fbpx
phoneYellow

(66) 3517-5200

Av. das Embaúbas, 1386 - Centro, Sinop - MT, 78550-000

“A politica deve ser feita para o povo, não para si próprio.”
Rosana Martinelli,

sempre à frente.

ROSANA MARTINELLI

Revolução na educação

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

A casa está arrumada

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Crescimento econômico

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Meio Ambiente

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Play Video

Quem sou eu?

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Morbi tristique senectus et netus et malesuada fames. Augue ut lectus arcu bibendum. Nunc vel risus commodo viverra maecenas. Consectetur adipiscing elit pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus.
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Morbi tristique senectus et netus et malesuada fames. Augue ut lectus arcu bibendum. Nunc vel risus commodo viverra
Saiba mais sobre mim
+ 278

CRECHES

+ 82

ESCOLAS

+ 67

HOSPITAIS

+ 91

ILUMINAÇÕES

Notícias

           Em nossa gestão, desde o primeiro dia, demos atenção especial a esta área. Estruturamos as escolas, capacitamos os professores e proporcionamos melhores condições de trabalho aos servidores.

           Sinop pode se orgulhar de ter uma Educação pública que não deixa nada a desejar quando comparada a outras cidades e instituições privadas.

           Eu me sinto realizada por cuidar das famílias sinopenses, de mulher para mulher, para que as mães pudessem trabalhar despreocupadas com a alimentação, o uniforme, o transporte e a qualidade do ensino prestado aos seus filhos.

           Em três anos, inserimos 4.600 crianças a mais nas salas de aula. Crianças de 0 a 5 anos que, até então, aguardavam vagas em creches, hoje são acompanhadas diariamente por monitores até a chegada na escola por meio do transporte escolar municipal, supervisionadas pelos monitores que garantem a segurança. Investimos na merenda escolar, pensando individualmente na necessidade de cada criança, são servidas 34 mil refeições todos os dias, pelo Programa Alimentação Consciente com acompanhamento de nutricionistas e 30% da merenda, provém da agricultura familiar.

         Dentro da sala de aula, adquirimos material didático adequado, os mesmos utilizados nas escolas particulares para que as oportunidades sejam as mesmas para todos os alunos do nosso município. Dignidade e igualdade são os pilares da educação de Sinop.

        Pelos recursos do IPTU, distribuímos 34 mil conjuntos de uniforme completo (camiseta, bermuda, short, saia, tênis e mochila) desde 2019. Hoje, por lei, nossas crianças recebem gratuitamente uniformes escolares completos.

Os professores são constantemente capacitados para trabalhar o ser humano por trás do profissional que ensina os filhos das nossas famílias. Diretores e professores tiveram autonomia para gerir suas ações, vivendo a unidocência, que tem por tarefa desenvolver o processo de aprendizagem de forma multidisciplinar, visando uma formação integral das crianças por meio da observação do desempenho escolar e pessoal.

          São 39 escolas municipais de ensino em Sinop. Aumentamos o repasse mensal para as escolas através do projeto de Lei 027/2019, sendo essa verba para as escolas fazerem manutenção dos seus prédios. Com uma boa estrutura física, nossas crianças recebem qualidade no ensino e bem-estar, climatizamos escolas e cozinhas. Só na educação foram investidos cerca de 400 milhões. Atualizamos todos os laboratórios de informática da rede de ensino básico, adquirindo 500 computadores e investimos nos materiais pedagógicos como o laboratório de informática, ciências, matemática e de robótica, inauguramos 5 quadras poliesportiva e instalamos 42 novos parques infantis em todas as unidades. O resultado? No IDEB, Sinop superou a META NACIONAL.

         Meu maior LEGADO, minha maior OBRA foi investir nas nossas crianças e na educação,

Assim alcançamos os melhores resultados no IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – funciona como um indicador nacional da qualidade da Educação, que saltou de 5.6 em 2015 para a nota 6.1 em 2019 ficando acima da média nacional e estadual.

          O IDEB é importante condutor de política pública em prol da qualidade da educação. É a ferramenta para acompanhamento das metas de qualidade para a educação básica, que tem como meta, alcançar média 6 – valor correspondente a um sistema educacional de qualidade comparável ao dos países desenvolvidos.

           Sou muito grata aos profissionais da educação municipal, que abraçaram este sonho comigo, juntos realizamos uma Revolução na Educação.

Com média acima de Mato Grosso e superando a meta nacional, Sinop novamente se destaca. Desta vez com um dos melhores índices de desenvolvimento na educação básica do Estado (IDEB). O resultado foi divulgado pelo Ministério da Educação nesta terça-feira (15). IDEB: SINOP SUPERA META NACIONAL

Nos anos iniciais, Sinop saltou de 5.6 em 2015 para a nota 6.1 em 2019

Essa era nossa meta que nós queremos melhorar cada vez mais a educação dos nossos filhos. Eu como mãe e prefeita de Sinop eu tô muito orgulhosa de todas as nossas equipes

Os indicadores evidenciam os avanços que tivemos na rede municipal de ensino. Investi na reestruturação de creches, escolas, contratação de professores, robótica, entre outras ações.

Além disso, é sempre de grande relevância o apoio que recebemos dos pais, que participam cada vez mais da vida escolar de seus filhos.

Mesmo com tudo que nossa sociedade vem passado, eu acredito na educação, pois é por meio dela que conseguimos ainda transformar muitos cidadão em homens de bem.

IDEB: Sinop supera meta

Isso confirma que o trabalho desenvolvido por mim e por minha equipe, realizado com muito empenho, dedicação e foco foi efetivo.

Verdadeiramente, realizamos uma revolução em nossa educação. Portanto, orgulho é a palavra que me define.

Por fim, parabenizo, também, a todos os envolvidos com a Educação, aos pais e principalmente aos nossos servidores. IDEB: Sinop supera meta.

Em resumo, todas as equipes apresentaram grande rendimento.

O PROFESSOR TEM ESTRUTURA PARA TRABALHAR!

COMO SE FORMULA O IDEB?

Realizada a cada dois anos em todo país, a avaliação do IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica funciona como um indicador nacional da qualidade da Educação.

A nota do Ideb é composta pela nota da Prova Brasil e Fluxo Escolar. A Prova Brasil é realizada em todos os anos ímpares. A divulgação dos resultados acontece sempre no ano subsequente.

Estou em Brasília, cumprindo agenda com o senador Wellington Fagundes, acertando os detalhes da visita do presidente Jair Bolsonaro ao município. Na oportunidade, nos encontramos com o general Arruda, atual chefe do departamento de Engenharia e Construção do Exército, para discutir, entre outros assuntos, a possibilidade da implantação de uma Organização Militar em  Sinop.

Com o apoio do senador Wellington Fagundes, que foi relator do Orçamento para Defesa e Justiça no Senado, saímos com a certeza que existe a possibilidade de assegurar recursos no orçamento federal do ano que vem para que a obra aconteça!

Aliás, também vamos reforçar esse pleito durante a visita do presidente Bolsonaro à região, no próximo dia 18! Sinop terá uma Organização Militar.

Estamos pleiteando um Batalhão de Engenharia, podendo ser Infantaria ou Cavalaria.

SINOP TERÁ UMA ORGANIZAÇÃO MILITAR

Já temos alguns avanços:

  • O Exército aceitou a proposta da área na cidade para a moradia;
  • Com recursos federais, será construída uma Vila Militar, com 97 casas;
  • Todas as casas serão sustentáveis. Não vamos mexer na área preservada;
  • A previsão é que no próximo ano já se inicie a elaboração do projeto e toda a infraestrutura do espaço;
  • Quando liberado, serão quase R$ 20 milhões de reais investidos.

Sinop é uma cidade estratégica e o norte de Mato Grosso está em pleno desenvolvimento, isto é extraordinário. O Exército reconhece que tem que ter sua presença nessa área. Ou seja, foi uma decisão tomada pelo alto comando do Exército. Uma Organização Militar do Exército é uma necessidade pra região.

Portanto, seguimos, avançando na busca por melhorias que Sinop precisa. E nosso trabalho tem sido reconhecido nacionalmente.

Somos destaque no índice de Governança Municipal. O trabalho sério que vem sendo desenvolvido por nosso governo ao longo deste mandato, com desafios diários, além da Covid-19, sobretudo, pela coragem e eficácia com que administramos.

Em Sinop, temos o olhar diferenciado para as demandas e o equilíbrio tem sido entre a Saúde, nossa prioridade, e a Economia, pilar do nosso desenvolvimento.

Apesar das dificuldades que enfrentamos em decorrência da Covid-19 em todo o país, conseguimos nos manter firmes. Por meio de um gestão eficaz, que produz resultados, conseguimos inovar. SINOP: DESTAQUE NO ÍNDICE DE GOVERNANÇA MUNICIPAL.

Trabalhando muito, garantimos ao cidadão uma administração transparente e eficiente.

E o resultado está ai: ganhamos destaque no ranking elaborado pelo Sistema do Conselho Federal e Conselhos Regionais de Administração (IGM-CFA).

SOMOS A 2ª MAIOR CIDADE NO ÍNDICE DE GOVERNANÇA MUNICIPAL.

O IGM-CFA, do Sistema Conselho Federal e Conselhos Regionais de Administração, consiste em uma métrica da governança pública nos municípios brasileiros a partir de três dimensões: Finanças, Gestão e Desempenho.

Foi elaborado a partir de dados secundários, e considera áreas como saúde, educação, gestão fiscal, habitação, recursos humanos, transparência, violência, por exemplo.

Os números são extraídos de bases públicas como IBGE, DATASUS e PNUD, por exemplo. O IGM é atualizado anualmente.

SINOP: DESTAQUE NO ÍNDICE DE GOVERNANÇA

O trabalho sério que vem sendo desenvolvido por nosso governo ao longo deste mandato, com desafios diários, além da Covid-19, sobretudo, pela coragem e eficácia com que administramos.

Em Sinop, temos o olhar diferenciado para as demandas e o equilíbrio tem sido entre a Saúde, nossa prioridade, e a Economia, pilar do nosso desenvolvimento.

Desde os primeiros dias de governo, sempre defendi a ideia de que quando fazemos boas parcerias conseguimos avançar mais e com maior efetividade. Como diria Clarice Lispector “Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado, com certeza vai mais longe.” Por isso, lanço hoje a construção de um PLANO DE GOVERNO COLABORATIVO – QUERO OUVIR VOCÊ, CIDADÃO!

GESTÃO COMPARTILHADA

Em nossa gestão a palavra “compartilhada” não é novidade. Ela fez parte de todo o processo e ainda se faz presente em nossas principais decisões. Agora, como pré-candidata à reeleição, quero saber que ações você deseja que sejam realizadas em nosso município.

Tenho certeza que a Sinop que eu quero é a mesma que você quer, sinopense. Por isso, lanço hoje a construção de um PLANO DE GOVERNO COLABORATIVO.

Composto por eixos temáticos, o nosso Plano de Governo Participativo será o resultado dos debates realizados com todas as esferas da sociedade.  O objetivo é ouvir você cidadão e identificar, de modo participativo, as demandas mais urgentes do município.

Governar Sinop é um compromisso muito importante. Agradeço muito a confiança de cada cidadão. Agora, mais do que nunca, precisamos dialogar. Valorizo o conhecimento de todos e quero sua participação, pois quem vive na cidade em seu dia a dia sabe o que é melhor para ela.

VOCÊ PODE PARTICIPAR CLICANDO > AQUI <

O mesmo link para você participar e opinar na construção do nosso plano está disponível também nas minhas redes sociais.

PARTICIPE!

A Educação é marca da nossa gestão. Diariamente, gestores, professores e toda secretaria trabalham para garantir maior efetividade no aprendizado das nossas crianças. Assim, o projeto de Unidocência em Sinop já é realidade e busca diminuir os déficits de alfabetização na rede municipal de ensino.

A busca por aumentar a aprendizagem e diminuir os déficits de alfabetização é permanente. De forma constante e eficaz os nossos alunos são avaliados. Por isso, pesquisamos materiais, didáticas e capacitações desenvolvidas em grandes centros e também na rede privada para aprimorar o ensino em nossa cidade.

Exemplo deste exercício é a implantação do projeto Unidocência. Inspirados pelo programa “Acelera” do Instituto Ayrton Senna, criamos aulas extras para alunos com dificuldades de aprendizagem. Executando estratégias  de ensino e reforçando o conteúdo lecionado.

QUAL É O OBJETIVO, AFINAL?

  • Ofertar uma metodologia adequada, de acordo com a realidade da escola;
  • Atendendo não só o estudante, mas seus pais e toda comunidade;
  • Além de promover a equidade e reduzir as taxas de evasão e de repetência nas escolas;
  • O programa melhora, ainda, a qualidade do ensino e o vínculo do aluno com o professor.

UNIDOCÊNCIA EM SINOP JÁ É REALIDADE

Com a Unidocência em execução, criamos, também, o “Avalia Sinop”. Uma avaliação própria para verificar os resultados do trabalho realizado. E investimentos não faltaram, isto é, materiais didáticos inovadores, estrutura e novas contratações são elementos que estão presentes.

Professores do pré-infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental dão aulas extras de reforço no contraturno escolar e os resultados positivos já começam a aparecer!

OS RESULTADOS SÃO SURPREENDENTES

Nos primeiros seis meses de 2019, 80% dos nossos alunos da terceira fase, já estavam alfabetizados. Embora o índice seja favorável, a gestão segue atenta, aperfeiçoando o trabalho e revisando objetivos.

No entanto, NÃO QUEREMOS PARAR POR AQUI! AINDA TEMOS MUITO A FAZER POR SINOP E POR NOSSA EDUCAÇÃO. Seguimos firmes e avançando.

Portanto, agora, em meio à pandemia, temos novos e maiores desafios para enfrentar. Mantendo o equilíbrio entre Saúde e Economia, enfrentando com coragem e determinação a nova rotina que o vírus nos impõe.

A pandemia do novo coronavírus e controle da COVID-19, nome da doença causada pelo vírus, nos trouxe algo inédito: fez o mundo parar. Com o distanciamento social, (1,5m de distância) não sendo praticado em massa, segundo os especialistas, é possível que estejamos próximos de uma “proteção coletiva”. Mas, afinal, O que é imunidade coletiva? Entenda.

Ainda em março, inicio da pandemia, esse termo ganhou relevância como sendo a consequência de uma prevenção ineficaz por parte da população.

O QUE É IMUNIDADE COLETIVA?

Este modo de proteção se caracteriza pela infecção e recuperação de muitas pessoas ao mesmo tempo. Com isso, a amplitude de transmissão se torna menor. Em resumo, são tantas pessoas com anticorpos no organismo que o vírus não consegue passar de um ao outro. Caindo, portanto, as taxas de contaminação.

Passados seis meses após os primeiros casos, começam a surgir perspectivas numéricas para que se ocorra uma imunidade generalizada. Estudos falam de valores entre 50% e 20%. No entanto, os índices dependem, principalmente, da manutenção das medidas de segurança.

Determinar quem está protegido da Covid-19 ainda é um grande desafio.

Ainda não se sabe como o nosso organismo se defende, quanto tempo o corpo estaria protegido e se há possibilidade de uma reinfecção. Portanto, não podemos abandonar as medidas de segurança, como o uso de máscaras e higienização das mãos.

Aqui reitero homenagens aos nossos servidores que estão se esforçando diariamente nesta guerra silenciosa, diante desse inimigo invisível.

Sigamos, meus amigos, com sorrisos e amor por detrás das máscaras, Determinados em fazer deste momento uma chance de nos reinventarmos. Cuidando mais de si, cuidando de todos.

Seguimos firmes avançando nas mudanças que Sinop precisa e neste momento de pandemia, ou seja, mantendo sempre o equilíbrio entre Saúde, que é a nossa prioridade, e a Economia, que é pilar do desenvolvimento.

Esporte, Educação e Cultura foram áreas da nossa gestão que obtiveram um grande salto, isto é, realizamos uma verdadeira revolução. Em Sinop, por exemplo, no esporte a gente bate um bolão.

Estruturas públicas completas oferecem, de modo gratuito, diversas atividades esportivas promovendo saúde, bem-estar, lazer para toda população. Quadra poliesportiva de areia no Estádio Municipal Massami Uriu (Gigante do Norte), Construção pista de Skate, em parceria com a UHE Sinop, por exemplo.

Realizamos a aquisição de materiais para a prática de 14 modalidades esportivas. Bolas, redes, tatames, materiais para tênis de mesa, xadrez, bocha adaptados, entre outros. Os equipamentos irão dar suporte nas escolinhas esportivas e em competições.

RESGATAMOS TRADIÇÕES

JOGOS OLÍMPICOS

Em 2019, ao todo, mais de 2,1 mil pessoas entre atletas, dirigentes e demais participaram dos Jogos Olímpicos de Sinop.  Foram 144 equipes presentes no evento esportivo, competindo em sete modalidades coletivas e outras nove individuais. Ou seja, no esporte a gente bate um bolão.

JOGOS ESTUDANTIS E UNIVERSITÁRIOS DE SINOP

Um grande evento que envolve alunos de escolas municipais, estaduais, particulares e universidades. São 13 modalidades que ocorrem de modo individual e coletivo.

COPA PAULINHO PARÁ

A última edição da Copa Troféu Paulinho Pará, realizada também em 2019, reuniu 57 equipes no masculino e outras 10 no feminino, que se revezaram em 103 jogos. Entre atletas e dirigentes, o evento mobiliza, pelo menos, 950 pessoas.

7º COPA MARCELINHO BOIADEIRO

A copa é uma grande homenagem ao Marcelinho, um dos atletas que ajudou a revelar o nome de Sinop. Infelizmente, ele faleceu jovem, em um trágico acidente. Com este evento, elevamos a participação de atletas de diferentes gerações que, com muito amor pelo esporte, marcaram presença.

Em 2019, foram 1.143 atletas, com 59 equipes participantes (52 no naipe masculino e 07 no feminino). Em parceria com empresas privadas tivemos uma grande premiação (um carro para a equipe vencedora no masculino e uma moto no naipe feminino).

Além das Copas Boa Esperança, São Cristóvão, municipal de futsal e competições rápidas de curta duração.

OS ESPAÇOS PÚBLICOS FORAM OTIMIZADOS

AGITA SINOP – Levou a prática esportiva para praças de bairros, como Boa Esperança, Alto da Glória, Violetas, Adriano Leitão e Praça da Bíblia e área externa do Gigante do Norte.

VIRADÃO ESPORTIVO – Com objetivo de integrar a comunidade sinopense, o Viradão oferece atividades nas modalidades de futsal masculino, futebol 7 masculino e feminino, beach soccer masculino, vôlei 4×4 misto aberto, handbeach masculino e feminino, jogos de mesa misto e basquete 3×3, além da aula de ginástica funcional para mulheres.

Sinop: no Esporte bate um bolão.

Ou seja, além das ações que citamos, ao longo deste três anos de gestão, ofertamos diversas outras práticas e competições:

  • Torneio Início de Voleibol 2019
  • Festival aberto de xadrez
  • Competições de Skate
  • Atividades de Artes Marciais (karatê, judô, jiu-jitsu, capoeira, kickboxing, taekwondo, kung fu e muaythay)
  • 1º Campeonato Municipal de Futevôlei
  • Campeonato Municipal de Basquete 3×3
  • Desafio Sinop
  • Jogos da melhor idade – JOMIS

Portanto, seguimos avançando, com o objetivo de promover a massificação do esporte e da atividade física entre a população de Sinop.

Em três anos de atuação, a nossa gestão firmou e manteve o compromisso com diversas Organizações não Governamentais, das mais variadas áreas.  Neste período, Sinop repassa mais de R$ 12 milhões para entidades que atuam no município e atendem, também, toda região.

EM NOSSA GESTÃO AS ENTIDADES TIVERAM SUPORTE – Foram diversos termos de fomentos assinados, mantidos com recursos próprios e de emendas.

O trabalho de suporte à manutenção das atividades destas instituições ocorre porquê tivemos uma gestão de resultados. Que organizou a casa e conseguiu contemplar diversas áreas: idosos, dependentes químicos, educação, dentre outras.

Reconhecemos o trabalho das instituições, que tem nos ajudado a proporcionar um maior e melhor atendimento à sociedade. Por isso, Sinop repassa mais de R$ 12 milhões para entidades. Somos agradecidos por todo trabalho e serviços prestados e é compromisso de nossa gestão que o apoio permaneça.

APAMS SINOP RECEBE FOMENTO DE R$ 60 MIL

O incentivo mais recente foi para a Associação Protetora dos Animais (APAMS-Sinop), que receberá entre agosto deste ano e janeiro de 2021 o repasse de R$ 60 mil mensais. Saiba mais > AQUI <

VEJA QUAIS ENTIDADES FORAM ATENDIDAS EM TRÊS ANOS

  • CENTRO SOCIAL MENINO JESUS
  • CENTRO DE ACOLHIMENTO ORIENTAÇÃO E PROTEÇÃO AO ADOLESCENTE DE SINOP – CAOPA
  • COMUNIDADE ESPERANÇA Mª DE NAZARÉ (CENTRO ESPÍRITA MARIA DE NAZARÉ)
  • ASSOCIAÇÃO PROTETORA DOS ANIMAIS DO MUNICÍPIO DE SINOP – APAMS
  • ASSOCIAÇÃO FILHAS DE SÃO CAMILO (LAR MADRE VANNINE)
  • ASSOCIÇÃO DE SENHORAS DE ROTARIANOS (CASA DA AMIZADE)
  • CONSELHO COMUNITÁRIO DE SEGURANÇA – CONSEG
  • ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS – APAE
  • CONSELHO DA COMUNIDADE DE SINOP – CCS
  • OBRA UNIDA A SOCIEDADE SÃO VICENTE DE PAULO – LAR VICENTINO
  • ASSOCIAÇÃO DOS DEFICIENTES VISUAIS E AMIGOS DE SINOP – ADEVAS
  • ASSOCIAÇÃO VASOS DO OLEIRO DE SINOP – AVOS
  • REDE FEMININA DE COMBATE AO CÂNCER DE SINOP – REFECCS
  • ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DE ORIENTAÇÃO E APRENDIZAGEM AO ADOLESCENTE DE SINOP – ACOAS
  • CENTRO DE APOIO E REABILITAÇÃO DE TOXICÔMANOS E ALCOOLISTAS DE SINOP – CARTAS
  • ORGANIZAÇÃO MULTIFUNCIONAL DE DESENVOLVIMENTO E AUXÍLIO SOCIAL – OMDAS
  • ASSOCIAÇÃO DOS APOSENTADOS, PENSIONISTAS E IDOSOS DE SINOP E REGIÃO – AAPISR
  • ASSOCIAÇÃO DE SUIRDOS – MUDOS DE SINOP – ASSINOP

Falta frequente de medicamentos na rede pública, em Sinop, é coisa do passado. A nossa gestão investe muito e garantimos a distribuição de medicamentos, de forma correta e eficaz a quem precisa, são mais de R$ 200 mil reais mensais. Para isso estruturamos as Farmácias Regionais e criamos Centros Integrados de Atendimentos para o cidadão.

  • #01 – Farmácia Regional I – André Maggi: Avenida André Maggi, 5860, sub esquina com rua dos Cambarás, Jardim Violetas.
  • #02 – Farmácia Regional II – Umuarama: Rua José Gonçalves, 577, Jardim Umuarama II
  • #03 – Farmácia Regional III – Jacarandás: Avenida Jacarandás, 1237, Jardim Jacarandás

Por dia, em média 700 pessoas vão até as farmácias e recebem, de modo gratuito, seus medicamentos, totalizando uma média de 15 mil atendimentos por mês . No local são distribuídos medicação básica, antibióticos, insulinas e psicotrópicos.

Os medicamentos que estão disponíveis nas farmácias estão presentes na Relação Municipal de Medicamentos (REMUME).

São medicamentos dos mais variados e você pode consultar > AQUI < Garantimos a distribuição de medicamentos

Utilizando a REMUME temos um controle e panorama total, isto é, temos o controle de toda medicação recebida, entregue e disponível em estoque. Isso nos traz eficiência no fornecimento, otimização dos custos e integra toda rede.

OBJETIVOS

Nossa principal meta é garantir o acesso do cidadão aos medicamentos e promover de forma racional e segura o uso. Por isso, nenhum medicamento é entregue sem orientação.

Em parceria com o curso de Farmácia da UFMT, ao receber o remédio o paciente pode tirar dúvidas, ou seja, de modo fácil e rápido no local o paciente é orientado.

Temos, também, a Central de Assistência Farmacêutica (CAF), que entrega regularmente remédios de alto custo para o cidadão. Possui aproximadamente 1500 pacientes cadastrados e entre 800 e 900 termos de entregas ativos, ou seja, que recebem frequentemente toda medicação. 

Na CAF entregam-se os componentes especializados, responsabilidade do Estado. E, por vezes, os repasses e entregas atrasam.

Não está sendo uma tarefa fácil. Juntos seguimos avançando.

Portanto, seguimos na luta diária por garantir os direitos do cidadão,  seguimos trabalhando, firmes para fazer da nossa cidade um local melhor para se viver!

EM SUMA, REAFIRMAMOS, SAÚDE É UMA DAS PRIORIDADES EM NOSSA GESTÃO, VEJA > AQUI <

Hoje, 20 de agosto de 2020, Chegamos aos 1327 dias de governo, ou seja, exatos 3 anos, 7 meses, e 19 dias com grandes avanços em todas as áreas. Foram, e ainda estão sendo, dias de muitas batalhas e aprendizados. A pandemia nos forçou ao máximo e exigiu muito de todos nós. Veja 10 fatos sobre minha gestão que você precisa saber.

10 FATOS SOBRE MINHA GESTÃO

10º – SOU A PRIMEIRA MULHER A GOVERNAR SINOP

Com 39,55% dos votos válidos, me tornei a 7ª prefeita da história da cidade. Era um sonho do Osmar, meu esposo, ser prefeito de Sinop e esse se tornou, também, um sonho meu. Obtive 23.981 votos confirmados e agradeço de coração cada gesto de carinho e confiança ao longo desses dias.

9º – ARRUMAMOS A CASA E MODERNIZAMOS OS SISTEMAS DA PREFEITURA

Nossa gestão tem foco e executou ações para equilibrar as finanças e oferecer melhores serviços à população. Depois de muito trabalho começamos a colher os frutos dos ajustes fiscais implantados ainda em 2017.

Equilibrar contas, revisar contratos e promover mudanças na legislação foram as iniciativas mais urgentes.

Aderimos a RedeSimples no estado, no qual o registro de empresas e o licenciamento passam a ser integrados, entregando o registro do empreendimento em um dia. O que antes demorava de 30 a 90 dias, hoje ocorre em questão de minutos.

8ª – REALIZAMOS UMA REVOLUÇÃO NA EDUCAÇÃO

O nosso balanço é positivo em todas as áreas, mas, sem nenhuma dúvida, o trabalho desenvolvido na Educação, no Esporte e na Cultura é uma das marcas da nossa gestão. Uma das primeiras medidas foi determinar, ainda em janeiro, que Sinop se tornasse referência em Educação.

As pessoas não enxergam isso com muita facilidade, mas isso me orgulha bastante, e vamos deixar esse legado.

7º – UM DOS MEUS PONTOS FORTES: MANTER O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO EM SINOP

Os gestores são agentes determinantes para o desenvolvimento da Economia local, ou seja, somos responsáveis por alguns serviços que podem facilitar ou dificultar o desenvolvimento de negócios, a atração e permanência de empresas, em nossa gestão isso segue sendo forte.

Portanto, além de oferecer incentivos para apoiar a expansão dos negócios, apoiamos o desenvolvimento de pequenos empresários e melhoramos a manutenção da infraestrutura.

Prova disso é que, mesmo diante da pandemia, Sinop abriu mais de 1.250 empresas. Consolidando-se como polo prestador de serviços.

6º – NA SAÚDE, EM TRÊS ANOS, HOUVE UMA GESTÃO DE RESULTADOS MUITO FORTE

A Atenção Básica avançou muito e auxiliamos também o Governo do Estado em diversas ações. Durante a pandemia tivemos que nos reinventar, nos adaptar, elaborar ações rápidas e eficazes para conter o avanço da Covid-19. Não está sendo uma tarefa fácil. Juntos seguimos avançando.

5º – OBRAS E SERVIÇOS URBANOS

As Obras e Serviços Urbanos avançam e Sinop recebe um dos maiores pacotes de obras de sua história. As empresas estão seguindo o cronograma de trabalho já iniciado no município. Portanto, as principais obras não foram paralisadas.

4º – ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO

Outra forte marca da nossa gestão é o Social. Em meio à pandemia, a secretaria mostrou seu valor e atua em diversas frentes, auxiliando o sinopense em vulnerabilidade social. Garantindo, assim, dignidade ao cidadão.

3º – SINOP FOI PLANEJADA PARA DAR CERTO, E DEU!

A sua história nasce do lema “integrar para não entregar”. Um jogo de palavras que extrapola o seu significado. Tem em sua essência a força do trabalho, que é pilar do seu crescimento. Portanto, seguimos firmes buscando manter Sinop em constante desenvolvimento.

Em 2019, Sinop aumentou em mais de 1000% o número de alvarás e este ano já superou o primeiro semestre do ano passado. Em 2020 cresceu 8,24% a mais em comparação com o mesmo período do ano anterior, por exemplo.

2º – ADMINISTRAÇÃO

A primeira e fundamental condição para o sucesso de uma administração eficaz é saber aonde se deseja chegar. Portanto, com garra e determinação é que nossa gestão vem superando, com êxito, os desafios diários.

1º – ESTAMOS ENTRE AS MELHORES

Em suma, por todas as nossas ações que elencamos acima, resultado de uma gestão compartilhada, Sinop se mantém entre as 100 melhores para se investir no Brasil. Segundo ranking da Revista Exame, em 2019 (ranking mais atual) ocupamos a 33ª posição.

A gestão Rosana Martinelli fez uma revolução na Educação em Sinop. Os investimentos não foram poucos e atingiram todas as etapas do ensino. Isto é, decisões assertivas permitiram que o ensino público avançasse como nunca na história do município.

Em três anos, inserimos 4.600 crianças a mais nas salas de aula, por exemplo. Crianças de 0 a 05 anos que, até então, aguardavam vagas em creches. Com acompanhamento diário, o ingresso na idade correta se tornou frequente.

Merenda de qualidade?! Temos! E são 34 mil refeições diárias. Material didático e uniformes escolares para quase 18 mil alunos, compras de livros, contratação de professores – só para citar algumas das várias conquistas no setor.

COMO ROSANA FEZ UMA REVOLUÇÃO NA EDUCAÇÃO?

Para se ter uma ideia de como a Educação foi prioridade na gestão Rosana Martinell, é preciso continuar falando de números. Em três anos foram mais de R$ 360 milhões investidos, de modo assertivo e eficaz, promovendo, assim, uma revolução na Educação.

Há, ainda, um fator que caminha junto com o dinheiro investido que, talvez, seja o ponto mais importante, algo que permitiu melhorar a educação em Sinop:

AUTONOMIA!

Isso mesmo, essa é a palavra. Em Sinop, a secretaria de Educação, diretores e professores têm autonomia para gerir suas ações. Apontando o que realmente necessitam para ensinar com qualidade e cuidar com amor das nossas crianças. SINOP – UMA REVOLUÇÃO NA EDUCAÇÃO.

Por meio do projeto de lei 027/2019, aumentamos o repasse mensal para as escolas, ou seja, agora se tem mais dinheiro para que as unidades escolares possam fazer a manutenção dos seus prédios.

  • Compramos mais de 22 mil livros para Ed. Infantil, Ensinos Fund. I e II;
  • Mesas digitais interativas touchscreen pedagógicas para todas as escolas da rede municipal;
  • Materiais pedagógicos para facilitar o aprendizado das nossas crianças, entre eles, Laboratório de Matemática e Ciências para todas as escolas ensino fundamental, laboratório de robótica para toda a rede municipal;
  • Com foco no servidor, colocamos ar-condicionado em todas as cozinhas das nossas escolas. Merendeiras trabalham com mais dignidade;
  • Reformamos escolas, inauguramos creches;
  • E tantas outras ações que ocorrem diariamente em nossas unidades. Fizemos uma verdadeira revolução na educação.

No entanto, NÃO QUEREMOS PARAR POR AQUI! AINDA TEMOS MUITO A FAZER POR SINOP E POR NOSSA EDUCAÇÃO. Seguimos firmes e avançando.

Portanto, agora, em meio à pandemia, temos novos e maiores desafios para enfrentar. Mantendo o equilíbrio entre Saúde e Economia, enfrentando com coragem e determinação a nova rotina que o vírus nos impõe.

Primeiramente, organizamos a casa, pagamos as contas e, de modo assertivo, aplicamos os recursos próprios, federais e de emendas parlamentares na área. Como investimos 30% por ano na Saúde? Vem comigo, te explico.

EM QUE INVESTIMOS 30% POR ANO NA SAÚDE?

Depois de passar por muitas provações, sei que saúde e família é tudo que temos! Por isso, não medi esforços pra estruturar um sistema no qual a gente conseguisse atender a todos. Sempre investimos muito.

SOMOS POLO DE UMA MACRORREGIÃO COMPOSTA POR 32 MUNICÍPIOS E TODOS SÃO ATENDIDOS!

Na Saúde, em três anos, houve uma gestão de resultados muito forte. A Atenção Básica avançou muito e auxiliamos também o Governo do Estado em diversas ações.

  • Foram 600 Cirurgias eletivas, sendo 200 na especialidade de otorrino, 200 ginecológicas e 200 gerais.
  • Realizamos também 100 Cirurgias oftalmológicas, sendo 70 de pterígios e 30 de cataratas
  • 1.600 Exames de densitometria óssea, uma média de 200 exames/mês.
  • No Centro de Especialidades Médicas, entre 2017 e 2019, foram mais de 230 mil em diversas áreas.
  • Nesses três anos, o Centro Especializado de Reabilitação realizou quase 50 mil atendimentos.
  • Estruturamos as Unidades Básicas de Saúde e a UPA que hoje não possui mais filas ou macas em seus corredores.
  • Entre outras diversas ações que realizamos antes da pandemia.

SAÚDE É UMA DAS PRIORIDADES EM NOSSA GESTÃO, VEJA > AQUI <

Em 2020, em meio à pandemia tivemos que nos reinventar, nos adaptar, ou seja, elaborar ações rápidas e eficazes para conter o avanço da Covid-19.

Não está sendo uma tarefa fácil. Juntos seguimos avançando.

Em parceria com entidades, empresários, Ministério Público e Judiciário, mantivemos a entrega de medicamentos de alto custo, apoiamos a estruturação de ala com UTI para pacientes com Coronavírus.

Atingimos, também, a meta de vacinação contra a gripe em idosos e profissionais da saúde, postos de saúde passaram a atender exclusivamente pacientes com sintomas gripais.

Criamos um posto de coleta específico para COVID-19, adquirimos camas e colchões para UPA e Hospital de Campanha, e tantas outras atividades que diariamente continuam ocorrendo por nossa cidade.

Portanto, investimos SIM na Saúde, mais do que determina a lei (15%), ampliando serviços já existentes, dando suporte a outros que se tornaram necessários e garantimos o atendimento a você cidadão.

VEJA > AQUI < AÇÕES DA SAÚDE DURANTE A PANDEMIA

No entanto, entendo que a demanda diária é alta e seguimos trabalhando para reduzir a cada dia mais as lacunas existentes. Faço isso para que você sinopense possa se sentir amparado e cuidado!

A história pessoal de cada um reflete diretamente no modo como encara a vida, administra sentimentos e executa ações importantes ao relacionar-se com o outro e o ambiente ao seu redor. Hoje vamos falar sobre 10 Coisas Que Você Não Sabe Sobre Rosana Martinelli.

VEJA A LISTA DE 10 COISAS QUE VOCÊ NÃO SABE SOBRE ROSANA MARTINELLI

10º – POLÍTICA

Rosana ingressou na política através do seu esposo, Osmar Martinelli, que foi vereador no município em 1992, na gestão do então prefeito Adenir Barbosa, e também atuou como diretor de tributação, na época.

9º – VIDA PESSOAL

Em 2004, seu esposo teve uma meningite que o deixou paraplégico e com lesões cerebrais. Neste período, uma  crise afetou a economia e o setor madeireiro de Sinop, justamente no momento em que Rosana assumiu o comando dos negócios da família.

8º – TRABALHO

A primeira experiência de Rosana Martinelli no setor público ocorreu há mais de 10 anos como secretária de Indústria e Comércio. Na época, como tinha experiência da administração da empresa e pelo fato de conduzir a madeireira, atuando com exportação e viagens nacionais e internacionais, trabalhou na atração de recursos para o município.  

7º – PIONEIRISMO

É pioneira, natural de Palotina, Paraná. Filha de Valentim Dallastra e Domicilde Gasperin Dallastra mudou para Sinop com a família no ano de 1973, um ano antes da fundação da cidade, após o pai que era agricultor, ser incentivado a migrar para Mato Grosso em função das oportunidades que estavam surgindo na região Norte, principalmente, a área rural.

– SINOP

O pai de Rosana montou uma madeireira em Sinop e incentivou amigos a se mudarem para o município após a família ter se adaptado bem no Estado.

5º – FORMAÇÃO

No ciclo educacional, estudou o ensino médio na cidade, ficou um período se dedicando ao trabalho e após retornar aos estudos, formou no curso de Administração de Empresas em uma universidade particular da cidade no ano de 2005.

4º – SONHO REALIZADO

É MÃE! Com um imenso coração, adotou um menino e realizou o sonho da maternidade.

3º – ELEIÇÕES

Nas eleições de 2016, com 49 anos, Rosana Martinelli lançou-se candidata à Prefeita de Sinop. Venceu as eleições e governa a cidade.

– AVANÇOS

Na gestão de Rosana, Sinop avançou muito, isto é, consolidou áreas como Economia e Educação e segue trabalhando forte em todas as frentes de trabalho.

– PARA SEGUIR AVANÇANDO!

Tem enfrentando com coragem e determinação a pandemia. Mantendo o equilíbrio entre Saúde, que é prioridade, e a Economia, pilar do desenvolvimento. Portanto, Rosana é pré-candidata a reeleição no pleito de 2020.

Em resumo, vamos avançar fazendo Sinop crescer produtiva e com saúde. Portanto, seguimos trabalhando para minimizar os efeitos do novo coronavírus a população. E neste momento é que descobrimos os verdadeiros líderes.

Desde o início da pandemia, em 16 de março, nossos esforços têm sido diários. Foram necessárias várias readequações no Sistema de Saúde para garantirmos o melhor atendimento à população. Manter o equilíbrio entre a Saúde, ao salvar vidas, e Economia, ao preservar empregos, não tem sido uma tarefa fácil, mas seguimos avançando. Saúde é prioridade da nossa gestão.

HÁ TRÊS ANOS A GESTÃO INVESTE DUAS VEZES MAIS NA SAÚDE

A Lei determina que o município invista 15% do orçamento em Saúde. Todos os anos, em nossa gestão, Sinop investe mais de 30%.

  • 2017 – R$ 100.841.643,30 – (34.18%) recursos próprios
  • 2018 – R$ 110.148.706,35 – (33.59%) recursos próprios
  • 2019 – R$ 106.422.676,77 – (27,21%) recursos próprios

Esses investimentos nos proporcionaram ações estratégicas durante a pandemia, e tivemos várias realizações, entre elas estão: a inauguração da sede própria da Central de Assistência Farmacêutica (CAF), da Regulação, os Centros Integrados de Atendimentos (CIA) localizados no bairro Umuarama e  na Av. André Maggi, o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), entre outras.

A Saúde da Mulher não foi deixada de lado e conta com atendimento único.

Temos profissionais capacitados e empenhados em melhor atender. Hoje é um momento de felicidade, muito esperado. Com a inauguração do Centro de Referência à Mulher as sinopenses ganham mais.

Porque a mulher precisa ser respeitada, de fato e de direito, em todas as situações.

Nossa função é levar saúde aos bairros e todos os serviços ofertados são para facilitar a vida do cidadão. Aplicamos, com transparência e assertividade, os recursos para que a população seja muito bem atendida.

Saúde é prioridade da nossa gestão. O povo é nossa prioridade. Que Deus nós dê sabedoria para continuarmos firmes, conduzindo o município nas mudanças necessárias que ele precisa.

CONFIRA ALGUNS EXEMPLO E NÚMEROS DA NOSSA GESTÃO NA SAÚDE

NOVAS INSTALAÇÕES CER II

Nova unidade do CER II conta com sistema de protocolo, ótima infraestrutura, climatização e redução do valor do aluguel. Temos agilidade e qualidade nos atendimentos multidisciplinar. Além de fornecimento de aparelhos auditivos, cadeira de rodas, cadeira de banho, andador, muleta, bengala, bolsa para colostomia.

  • 2017 – 13.690 atendimentos
  • 2018 – 11.129 atendimentos
  • 2019 – 23.467 atendimentos

MELHORAMOS O PRÉDIO DO SAE

Ampliamos e melhoramos a infraestrutura do espaço físico, ou seja, proporcionamos um atendimento mais humanizado para o servidor e pacientes.

Contratamos dois médicos infectologista, via consorcio Teles Pires (14 municípios pactuados), e oferecemos em 600 consultas/mês.

MUDAMOS O PRÉDIO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO FARMACÊUTICO (CAF)

Atualmente, cerca de 850 pacientes recebem medicamentos de alto custo.

SOMOS REFERÊNCIA NO ESTADO NO TRATAMENTO DE HANSENIASE. REALIZAMOS A MUDANÇA DO PRÉDIO E CRIAMOS O SETOR DE REFERÊNCIA PARA SEQUELADOS POR HANSENÍASE

ATENDIMENTOS REALIZADOS:

  • 2017 – 9.195
  • 2018 – 8.599
  • 2019 – 7.506

COMBATE À DENGUE

Mudança para prédio novo e criação do laboratório específico para vigilância ambiental. Além de ações conjuntas com instituições no combate à dengue.

NÚMEROS DE VISTORIA

2017
Imóveis urbanos – 79.028
Total de visitas realizadas – 247.150
Mutirões de limpeza – 215 caçambas de lixo recolhidas

2018
Imóveis urbanos – 83.326
Total de visitas realizadas – 191.206
Mutirões de limpeza – 174 caçambas de lixo recolhidas

2019
Imóveis urbanos – 87.286
Total de visitas realizadas – 195.209
Mutirões de limpeza – 120 caçambas de lixo recolhidas

E > AQUI < você pode conferir, ainda, ações que realizamos durante a pandemia.

Toda essa ação é realizada pelas equipes de saúde, que estão na linha de frente, isto é, trabalhando para garantir o atendimento a você sinopense.

Lembre-se que ainda estamos em pandemia, ou seja, contamos com a sua colaboração nos cuidados pessoais de prevenção, pois, ainda não passamos o pico da doença.

Portanto, a conscientização de cada um de nós é fundamental.

Os últimos dias têm sido intensos, com atividades das mais variadas, pois já estamos colhendo frutos de um trabalho determinado e assertivo. Inauguramos, fiscalizamos e acompanhamos o trabalho das nossas equipes por toda cidade. Sinop segue avançando!

Sinop foi projetada para ser grande, para dar certo e deu!

Portanto, diversos setores encontram aqui um solo fecundo para desenvolvimento. Após quase quatro anos de uma gestão eficaz, sinto a cada dia que passa, que estamos no caminho certo.

Sinop segue avançando!

As ações estão em todas as áreas e beneficiam o cidadãos, empresários e visitantes. A recessão econômica, que tem afetado o país nos últimos meses, em Sinop tem sido sentida em menor escala. Em resumo, Sinop segue avançando!

Ninguém investe em uma cidade que não tem perspectiva de crescimento.

O poder público tem que ser facilitador para vinda de grandes empresas e temos buscado isso!

Por meio de decreto ficamos apenas quatro dias com as atividades econômicas fechadas, abrindo no quinto dia, portanto, mantendo o fluxo de trabalho.

Seguimos firmes avançando nas mudanças que Sinop precisa e neste momento de pandemia, ou seja, mantendo sempre o equilíbrio entre Saúde, que é a nossa prioridade, e a Economia, que é pilar do desenvolvimento.

A nossa gestão tem marcas fortes, determinadas, com ações que impactam positivamente a vida do sinopense. Desde o início da nossa gestão nos dedicamos muito a Saúde, por exemplo. E agora damos mais um passo importante: a UPA de Sinop será ampliada.

Isso será possível porque com uma gestão eficaz dos recursos públicos, aplicamos de maneira assertiva o dinheiro do seu IPTU. Assim, com recursos próprios, faremos um investimento de R$ 1,8 milhão de reais nesta ampliação, que tem o prazo de 90 dias para sua execução.

A Saúde é uma área que ao longo desses três anos investimos mais do que a legislação determina. Com a pandemia os investimentos continuaram. Alinhando esforços manter o equilíbrio entre Saúde e Economia.

Não descuidamos em nenhum momento.

Sim, a Upa de Sinop será ampliada. Hoje já assinamos a ordem de serviço para início das obras

Com a ampliação serão mais 733 metros quadrados de área construída, 30 novos leitos de enfermaria, com camas eletrônicas. Sala de soroterapia ampliada, com novas cadeiras, além de diversos novos equipamentos.

Portanto, com esta ação efetiva, a UPA que atende em média 12 mil pacientes por mês, poderá atender mais e melhor. Seguimos firmes, avançando nas mudanças, trabalhando por você cidadão sinopense.

A UPA DE SINOP SERÁ AMPLIADA

Em resumo, essa é só mais uma das inúmeras ações que já realizamos com foco na Saúde durante a pandemia. Quer saber quais? Acessa > AQUI <

Oito meses se passaram desde o início da pandemia, meses difíceis para todos nós sinopenses, brasileiros. Decisões precisaram ser tomadas com os pés no chão, coragem e determinação. Sinop mantém o equilíbrio entre Saúde e Economia.

Na busca por este equilíbrio deixamos de lado ideologias, preferências partidárias e focamos nos interesses coletivos da população.

EQUILÍBRIO NA SAUDE

Todos os nossos servidores da saúde, corretamente, fazem seu trabalho. São e estão frequentemente sendo qualificados para se manter na linha de frente. Cuidar do cidadão e orientar quais os caminhos da prevenção e recuperação.

Para isso, desde março ações diárias e efetivas vêm sendo realizadas no combate ao coronavírus. Portanto, não se trata de escolher entre a vida e a economia, mesmo porque eles não concorrem, mas sim de trabalhar na convergência das duas coisas.

Estão sendo realizadas ações significativas tais como disponibilizar postos de saúde exclusivos para síndromes gripais,  testes rápidos,  distribuição do kit covid e abertura do Hospital da Visão, com atendimento 24 horas, dedicados exclusivamente a Covid-19.

Ou seja, estamos tratando o paciente no início dos sintomas, para que não necessite a internação em UTIs, que é de responsabilidade do Estado.

EQUILÍBRIO NA ECONOMIA

A geração de riqueza de Sinop, em particular, depende dos setores da economia. Se voltarmos lá na escola, quando aprendemos sobre os setores primários, secundários e terciários entendemos melhor como tudo funciona.

No setor primário temos a produção e extração de alimentos, maquinários e outros insumos necessários para que a indústria funcione, por exemplo. Já no setor secundário ocorre a transformação dos insumos em produtos acabados, ou pré-acabados que irão para outras indústrias.

Por último, mas não menos importante, temos o setor terciário que comercializa e presta serviços a população.  Aqui, a gente se destaca. Nossa região é referência nesses três setores, tendo força ainda maior na prestação de serviços. Sendo polo de 32 cidades.

SINOP MANTÉM O EQUILÍBRIO

Aqui o que precisamos é o dialogo entre os caminhos possíveis para salvar vidas e empregos. Com coragem e determinação avançamos nas medidas e, juntamente com a forças de segurança que continuarão a trabalhar fiscalizando, a Defensoria, Ministério Público, Judiciário e principalmente todos os nossos servidores, Sinop mantém o equilíbrio entra Saúde e Economia.

Nos primeiros seis meses deste ano, mesmo em meio à pandemia, tivemos grandes avanços na economia, foram abertas mais de 1200 novas empresas em nossa cidade. Entre pequenas, médias e grandes.

A construção civil segue forte, com a liberação de quase mil novos alvarás, totalizando 8% a mais que o primeiro semestre do ano passado.  Isso é resultado do trabalho de uma gestão compartilhada. Sempre buscando o constante equilíbrio entre Saúde, que é a nossa prioridade, e a economia, pilar do desenvolvimento.

Garanto a você cidadão que  continuamos firmes, determinados no combate a essa doença. Não vamos deixar faltar o atendimento, medicamentos e testes rápidos, para que os índices de recuperação, que, até início de agosto, estão em mais de 90%, avancem ainda mais.

AVANÇOS NA PANDEMIA

Enquanto a maioria das cidades do país assistia portas fechando, pessoas sendo demitidas e economia encolhendo, Sinop conseguiu crescer.

Conseguimos também continuar com as atividades da prefeitura e transformar nossa cidade em verdadeiro um canteiro de obras, executando o maior pacote de infraestrutura que Sinop já viu. Realizando, assim, o sonho de moradores de bairros antigos e afastados da região central de Sinop.

Estamos recapeando, também, ruas e avenidas, sinalizando as vias de modo horizontal e vertical, mantendo também  nossa cidade limpa e organizada, com a coleta de lixo automatizada que começou a ser implantada.

SEGUIMOS FIRMES, MAS SE CUIDANDO

Estamos juntos enfrentando o vírus e todas às ameaças que ele impõe ao mundo. Por tudo o que fizemos juntos –os cuidados que adotamos coletivamente – nos permitiu hoje avançar em direção a essas medidas.

Lembrando que flexibilizar as medidas não significa que você cidadão pode descumprir as regras e orientações que visam proteger você e os outros. Precisamos continuar a fazer o uso de máscaras, respeitar a distância mínima e cuidar da higienização das mãos e dos ambientes.

Vamos avançar fazendo Sinop crescer produtiva e com saúde. Trabalhando para minimizar os efeitos do novo coronavírus a população. É neste momento é que descobrimos os verdadeiros líderes.

Em suma, estamos avançando – como sempre disse que seria, isto é, equilibrando os cuidados com a saúde e com a nossa economia.

O caminho a se trilhar rumo ao desenvolvimento é árduo. Trazer novos investimentos para Sinop é um trabalho diário, porém, compensador. Ver que ações pensadas no começo da nossa gestão seguem avançando, faz tudo valer a pena. Entre elas está a Ferrogrão Sinop – importante obra do Brasil que passa por aqui.

O projeto tem recebido atenção especial do Governo Federal e em breve a ferrovia que ligará Sinop a Miritituba, no Pará, começa a se estruturar.

Ferrogrão Sinop – importante obra do Brasil passa por aqui.

O Ministério da Infraestrutura tem realizado a apresentação do projeto para investidores e instituições de todo o mundo, como os BRICS, por exemplo.  Segundo site GC Notícias o projeto será apresentado ainda a “empresa VLI, que opera as ferrovias Norte-Sul e Centro-Atlântica, além de terminais portuários em diversos estados brasileiros e a possíveis investidores chineses”.

Na fala do Ministro Tarcísio de Freitas,  “a Ferrogrão é o projeto mais importante do Brasil”. E nós concordamos com isso. Pois a ferrovia criará um novo corredor logístico brasileiro, escoando a produção de safra, principalmente, de soja e milho.

Segundo o Governo Federal, hoje, mais de 70% da safra mato-grossense é escoada pelos portos de Santos, em São Paulo, e de Paranaguá, no Paraná, a mais de 2 mil quilômetros da origem.

A obra irá facilitar e aliviar as condições de tráfego da BR-163. Diminuindo o fluxo de caminhões, reduzindo custos, agilizando o transporte e preservando a infraestrutura da rodovia.

Portanto, desde que assumi a gestão, melhorar a logística de Sinop e região tem sido uma das minhas metas e foco das minhas solicitações ao Governo Federal. Ainda em 2017 tivemos uma audiência pública realizadas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e hoje avançamos um pouco mais.

O Tribunal de Contas da União (TCU) já está com o projeto de concessão protocolado. Cabe ao TCU, agora, analisar toda documentação e publicar o edital de licitação, previsto ainda este ano.

Em resumo, isso é fruto de muito empenho, trabalho e dedicação. Além de, claro, escolhas diárias.

Eu acredito na força do trabalho e peço sua ajuda, cidadão, para que a gente continue mantendo o equilíbrio entre saúde, que é a nossa prioridade, e a economia. 

Mais uma eleição se aproxima. Desta vez, em um cenário atípico e ainda mais desafiador. Infelizmente, a presença da mulher neste panorama é cada vez menor. Mais mulheres na política é urgente e necessário.

88 anos após adquirir o direito ao voto e a serem eleitas para cargos públicos, temos, mesmo que a passos lentos, um avanço no debate referente as questões femininas e sua participação na política. Temas como maternidade, carreira, corpo, assédio, entre outros, vêm sendo discutidos.

No entanto, embora esse debate ocorra, a representatividade e participação da mulher na política ainda é baixa, e deixa muito a desejar, quando comparada com a atuação masculina.

MAIS MULHERES NA POLÍTICA É URGENTE E NECESSÁRIO

Por trás da baixa representatividade que tenho falado está um processo histórico, injusto, com viés machista e opressor advindo de tempos passados. Ainda temos dificuldades de ocupar nosso espaço e precisamos provar dia após dia nosso valor e competência.

Este ano, nós temos um desafio a cumprir e eu te convido a participar: aumentar o número de mulheres concorrendo a cargos públicos nas eleições de 2020.

Folder distribuído pelo Senado Federal incentiva a participação da mulher na política

VAMOS PENSAR…

Fonte: Senado Federal

NO ENTANTO, AS MULHERES SÃO MINORIA ENTRE AS ELEITAS

Fonte: Senado Federal

Os números mostram que nós, mulheres, não temos participado de modo igualitário de todo processo. Portanto, não estamos sendo representadas devidamente. A nossa presença, enquanto candidatas, nas próximas eleições é fundamental, urgente e necessária para a democracia.

Para se ter uma ideia, ainda segundo o Senado Federal, dos 5.568 municípios, 1.291 não possuem vereadoras e 1.963 têm apenas uma. Isso é um número baixo e preocupante.

COMO PODEMOS AUMENTAR NOSSA REPRESENTATIVIDADE?

A baixa representatividade traz graves consequências, impedindo mudanças sólidas na proposição e execução de políticas públicas eficazes.

Leis de incentivo foram criadas e desde 1998 a legislação assegura o espaço da mulher nas disputas eleitorais (cota mínima de 30% e máxima de 70% para candidatos homens e mulheres).

No entanto, como já comentamos, há algo mais profundo, enraizado que relaciona a mulher como um gênero inapto a comandar. Enganam-se, claro, nós mulheres somos administradoras por natureza.

Diariamente comandamos a casa, as contas, educamos os filhos e trabalhamos.

O estereótipo existe e nos desqualifica, muitas vezes de modo velado, como sendo frágeis física e emocionalmente. Reforçando, também, o discurso que não temos o interesse em participar.

ENTÃO, O QUE FAZER? –  É aqui que fica o meu convite a você, mulher sinopense, venha comigo fazer a diferença. Precisamos da força feminina à frente de decisões importantes. Somos capazes e nossa participação é urgente e necessária.

Como já afirmamos, Sinop foi projetada para ser grande, para dar certo e deu! Portanto, diversos setores encontram aqui um solo fecundo para desenvolvimento. Após quase quatro anos de uma gestão eficaz, Sinop tem indústrias fortes, isto é, geram emprego e renda.

Não é de hoje que a participação do setor industrial tem gerado resultados positivos para a economia de Sinop. Na sua fundação tivemos o setor madeireiro, depois a agricultura familiar, por fim a prestação de serviços.

Setores que, em meados da década de 90, consolidaram a economia e elevaram o PIB do município.

 Atualmente, o processo de industrialização e a vinda de novas empresas, tem garantido um crescimento contínuo ao longo dos anos. Somos a 33ª melhor cidade do país para se investir.

Ocupamos a quinta colocação entre as cidades do Mato Grosso com maior participação no Produto Interno Bruto (PIB), conforme dados do IBGE.

EM 2019, O VALOR DA PARTICIPAÇÃO DE SINOP NO PIB DE MATO GROSSO FOI DE  R$ 5,6 BILHÕES.

Contribuindo na geração de emprego e renda,  a presença das indústrias é fundamental para a economia da cidade. Diversificado e forte, no setor industrial estão as empresas que atuam, também, nas áreas de insumos e combustíveis. A exemplo, da Inpasa, Fertipar e Fertilizantes Tocantis.

UM CENÁRIO A SER COMEMORADO

Sinop não depende apenas de um segmento para ter a sua economia fortalecida. Neste cenário é forte a presença de pequenas e médias indústrias, que se somam com as grandes consolidando o setor.

Com a boa localização, as margens da BR-163, facilitando a logística. A “Capital do Nortão”, também possui força nas áreas da Saúde e Educação, no Comércio e no Agronegócio, ou seja, possui elementos que atraem os olhares de investidores, tornando Sinop um verdadeiro Eldorado no meio da floresta amazônica.

O poder público tem que ser facilitador para vinda de grandes empresas e temos, diariamente, buscado isso. Na atualidade, mantendo o equilíbrio constante entre Saúde e Economia.

 CRISE ECONÔMICA

A recessão econômica, que tem afetado o país nos últimos meses, em Sinop tem sido sentida em menor escala.  Por meio de decreto ficamos apenas quatro dias com as atividades econômicas fechadas, abrindo no quinto dia, mantendo a fluxo de trabalho.

O voto de confiança foi dado aos empresários e ao cidadão que necessita trabalhar. Com esperança e otimismo seguimos firmes durante a pandemia. 

A pedido da Câmara de Dirigentes Logistas (CDL), “a pesquisa dos indicadores econômicos de Sinop realizada pelo CISE – Centro de Informações Socioeconômicas Da Unemat, realizada em junho, apontou que a confiança do empresário de Sinop melhorou muito com relação ao mês anterior, mesmo em plena pandemia do Coronavirus.

Ainda segundo a entidade “O ICE avançou 45,3% em relação ao mês de maio. Esse resultado indica uma condição de melhora em quase todos os indicadores econômicos devido a flexibilização das medidas restritivas de combate ao coronavirus”.

VEJA A MATÉRIA DA CDL SINOP >AQUI<

INCENTIVO AO EMPREGO

A nossa gestão tem trabalhado muito no incentivo da geração de emprego e renda. Portanto, temos aprimorado as leis de incentivo à indústria, flexibilizando a burocracia para quem precisa empreender.

Principalmente neste momento, onde todos os setores da economia precisam se reinventar – Sinop tem indústrias fortes, com geração de emprego e renda.

Sinop foi planejada para dar certo, e deu! A sua história nasce do lema “integrar para não entregar”. Um jogo de palavras que extrapola o seu significado. Tem em sua essência a força do trabalho, que é pilar do seu crescimento. Atualmente Sinop tem a economia forte e uma gestão eficaz.

Tendo a frente desta gestão a sagacidade de uma mulher, Sinop elevou seus índices e eles impressionam. Ou seja, mesmo enfrentando uma pandemia o município teve mais de 1.200 novas empresas abertas. Portanto, consolidando o seu potencial econômico e sua importância para toda região.

Ninguém investe em uma cidade que não tem perspectiva de crescimento

Enfatizo: “O poder público tem que ser facilitador para vinda de grandes empresas e a atual gestão tem buscado isso”. O desenvolvimento de Sinop é dinâmico e, além das indústrias e empresas diversas, temos, também, construção civil e a expansão de loteamentos.

SINOP TEM ECONOMIA FORTE

Em 2019, Sinop aumentou em mais de 1000% o número de alvarás e este ano já superou o primeiro semestre do ano passado. Em 2020 cresceu 8,24% a mais em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Este cenário, aliado a obras de infraestrutura nos bairros que estão ocorrendo por toda cidade, faz de Sinop um Eldorado no meio da floresta amazônica, atraindo olhares de investidores de todo o mundo.

Enfrentando com coragem os efeitos da pandemia. A busca é pelo equilíbrio entre Saúde e Economia, salvando vidas, com investimentos assertivos,  e empregos, não fechando totalmente o comércio. Por isso, o impacto aqui não será sentido com tanta força.

SINOP SE REIVENTA

Tivemos que nos reinventar e o resultado deste esforço começa a aparecer.

Segundo o site de informações Só Noticias, “de acordo com o Mapa de Empresas do ministério da Economia, as atividades que mais englobam aberturas são de promoção de vendas, prestadores de serviço, cabeleireiros, manicure e pedicure, comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios, obras de alvenaria, além de lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares.”

SINOP TEM GESTÃO EFICAZ

De cabeça erguida, a casa foi arrumada, ou seja, seguindo as diretrizes da nova gestão, pouco a pouco, passo a  passo. Um trabalho silencioso, que quase ninguém enxerga, mas crucial para o futuro de nossa cidade. A gestão teve foco e executou ações para equilibrar as finanças e oferecer melhores serviços à população. Sinop tem economia forte e gestão eficaz.

Depois de muito trabalho os frutos começam a serem colhidos. Frutos estes vindo dos ajustes fiscais implantados ainda em 2017. Ajustar as contas, revisar contratos e promover mudanças na legislação foram as iniciativas mais urgentes.

Portanto, essas medidas são importantes e possibilitaram a economia de milhões aos cofres públicos da Prefeitura. Desse modo, abriram caminho para novas obras e projetos.

Imagens fofas de cães e gatos, frases de autoajuda, viagens para destinos paradisíacos e memes, ajudam páginas das mais diversas a se tornarem populares, com curtidas e compartilhamentos nas redes sociais. Vale tudo por um Like?

Por que as pessoas estão dispostas a fazer qualquer coisa em troca do reconhecimento dos outros? O riso de uns, infelizmente, é o choro de outros.

O humor depende da ausência de compaixão. É você olhar a tragédia sem se compadecer. E é aqui que mora o perigo.

Com pouca ou nenhuma responsabilidade, páginas que se dizem de “humor”, lançam mão da premissa da liberdade de expressão para propagar fake news e denegrir imagens de pessoas.

O riso de uns, infelizmente, é a desgraça de outros.

Em Sinop, há diversas páginas que se definem assim, “de humor e sem compromisso com a verdade”. Publicam informações sem checar a veracidade e colocam em risco o cidadão que acredita no que ali é propagado.

VALE TUDO POR UM LIKE?

Quando sua publicação é curtida, e você curte algo publicado por outra pessoa, há uma troca justa, (“segue que sigo de volta”) onde se ganha aprovação, reputação e repercussão. “Quem é visto é lembrado”. Você só existe se é curtido ou compartilhado. 

Os algoritmos das redes entendem que você se interessa por aquele assunto e te entrega o máximo de informações a respeito. Você passa a fazer parte de uma comunidade. Esse tipo de sentimento influencia, e muito, a vida das pessoas.

O primeiro like da história do Facebook foi dado no dia 9 de fevereiro de 2009. Cinco anos depois, os números mostram o “curtir” como um dos maiores fenômenos culturais da atualidade.

Segundo dados da própria rede, só em 2020, são mais de 1,8 milhão de “likes” por minuto, ou seja, 4,5 bilhões diários.

A GERAÇÃO QUE CRIA E CONSOME FAKE NEWS COMETE CRIMES

Na busca pelo Like, aparentemente, vale tudo! Aqui o que importa mesmo é o quanto você é amado. Se não é, vem o mimimi. Por isso, para agradar aqueles que concordam com determinada opinião as noticias falsas são um produto rápido, de fácil consumo e grande propagação.

Desmentir uma fake news é mais difícil do que espalhar. Por isso, investir na boa comunicação é essencial.

O HUMOR EM SINOP

No meio da floresta amazônica, as páginas de humor extrapolam os limites. Expõem e denigrem a imagem de pessoas públicas, sem ponderar (ou se importar) com os danos de suas publicações.

Em função da pandemia, todas as ações que o município realiza tem por objetivo salvar vidas. Pela segunda vez, em um momento tão delicado, páginas que se dizem de humor, se aproveitam do momento que estamos vivendo e propagam fake news, prejudicando toda população.

Em abril, uma página, que também se classifica como “de humor”, alterou os dados do boletim com números de casos da Covid-19.

Portanto, se colocar no lugar do outro é fundamental!

PRECISAMOS DAR UM BASTA

Hoje estivemos na Polícia Federal para buscar orientações de como combater este mal e, em seguida, fomos a Polícia Civil por conta dos ataques a honra dos empresários e a minha. Não admitimos esse tipo de irresponsabilidade porque estamos tratando de vidas.

O QUE DIZ A LEI?

Ainda não há uma legislação específica para tratar a questão da produção e propagação de fake news, no entanto, como expõe informações falsas e coloca em risco a vida de quem a recebe, esses dados falsos se enquadram dentro da Lei de Contravenções Penais, de 1941.

A punição é de até seis meses para quem “provocar alarma, anunciando desastre ou perigo inexistente, isto é, pratica qualquer ato capaz de produzir pânico ou tumulto”.

O Governo Federal promulgou no ano passado (2019), a Lei 13.834/2019 que tipifica o crime de denunciação caluniosa com finalidade eleitoral. A regra pune com dois a oito anos de prisão quem divulgar notícias falsas contra candidatos em eleição.

A lei já é válida para as eleições municipais desse ano. Portanto, além de pena de prisão, a medida estipula multa para quem acusar falsamente um candidato a cargo político com o objetivo de afetar sua candidatura. A punição aumenta caso a calúnia ocorra sob anonimato ou nome falso.

A nossa gestão tem foco no cidadão. No trânsito o nosso objetivo é salvar vidas e não aplicar multas.  Por isso, aderimos ao SNE, sistema que garante desconto em infrações. Valor é de 40% no total.

O Sistema de Notificação Eletrônica (SNE) é desenvolvido pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), empresa de tecnologia da informação do Governo Federal. 

Possibilita e facilita o diálogo entre o infrator e os órgãos de regulação. Diminuindo consideravelmente o tempo de envio das notificações de infração.

COMO FUNCIONA O SISTEMA QUE GARANTE DESCONTO EM INFRAÇÕES?

Ao fazer o download do aplicativo e se cadastrar, o condutor, quando cometer uma infração, recebe a notificação da multa direto em seu aparelho celular. Pode também conhecer detalhes do ato. Ao reconhecer que infringiu a Lei, o cidadão abre mão de recurso e recebe 40% de desconto no valor da infração.

Caso não se reconheça como infrator, ainda é possível ao cidadão receber até 20% de desconto para pagamento antes do prazo de vencimento da multa.

Também é possível a geração de boleto com código de barras, isto é, permite ao motorista pagar a multa de trânsito tanto pela internet quanto pelo caixa e terminais de autoatendimento das agências bancárias.

MAS O MUNICÍPIO PODE DAR ESSE DESCONTO?

Por meio do SNE, SIM! O desconto no valor de multas de trânsito está previsto na Lei nº 13.281, publicada em maio de 2016, que altera o Código de Trânsito Brasileiro e garante a possibilidade de o motorista ter o abatimento de 40% do pagamento.

NOSSA GESTÃO ESTÁ FOCADA NO DESENVOLVIMENTO DE SINOP

Oferecer essa alternativa ao motorista proporciona soluções mais rápidas e cômodas, ou seja, garante que o munícipe possa economizar tempo, evitando a ida na Secretaria de Trânsito, e o auxilia a sanar suas pendências com a Lei.

COMO ACESSO O SERVIÇO?

O sistema pode ser acessado, também, pela web no link servicos.serpro.gov.br/sne/ ou por aplicativo, disponível gratuitamente para download na Play Store (Android) e AppStore (iOS).

O caminho a se trilhar rumo ao desenvolvimento é árduo. Trazer novos investimentos para Sinop é um trabalho diário. No entanto, ver que ações pensadas no começo da nossa gestão seguem avançando, faz tudo valer a pena.

O nosso município segue em desenvolvimento, mesmo diante da pandemia, com muito empenho, dedicação e coragem estamos avançando no equilíbrio entre Saúde e Economia. Constantemente, estamos pensando no melhor para a população e toda cidade. Uma importante ação foi a coleta de lixo automatizada: economia de 2,7 milhões por ano.

Iniciando no dia 3 de agosto, a coleta automatizada auxilia em diversas frentes, além da economia gerada a longo prazo, também beneficia outros segmentos, tais como:

Os coletores, que passam a ter menos riscos no dia a dia. O meio ambiente, pois os resíduos ficam melhor acondicionados, evitando vazamentos e mau cheiro. E aos moradores que veem a cidade entrar nos moldes das grandes cidades, isto é, alinhando sustentabilidade e desenvolvimento.

Junto com o novo aterro sanitário, a coleta de lixo automatizada irá gerar uma economia de 2,7 milhões por ano.

A COLETA DE LIXO AUTOMATIZADA NÃO TRARÁ AUMENTO DA TAXA DE LIXO EM SINOP

Ao compararmos os valores investidos em junho 2020 – R$ 1.456.690,00, com a previsão de valores a serem gastos em setembro, por exemplo com a coleta de lixo, que é R$ 1.231.496,00, temos uma economia de mais de R$ 225 mil reais.

Ao calcularmos esse valor anualmente, ou seja, multiplicar por 12 meses, teremos então uma economia que passa de 2,7 milhoes.

QUANTO SINOP GASTA COM A COLETA DE LIXO ATUALMENTE?

Considero a coleta automatizada e o aterro em Sinop um grande avanço, pois, além de gerar novos empregos, também eliminamos o transporte até a destinação anterior, Primaveirinha.

Hoje investimos em torno de R$ 14 milhões com a coleta e destinação final do lixo, metade deste valor, ou seja R$ 7 milhões são arrecadados com a taxa paga pelo cidadão, e a outra parte a Prefeitura complementa.

COMO SERÁ A COLETA DE LIXO AUTOMATIZADA EM SINOP?

De modo automatizado, um caminhão compactador, equipado com um moderno sistema passa a realizar a coleta sem o contato humano. Um procedimento seguro que leva cerca de 2 minutos. 

Ele eleva o contêiner despejando o lixo em um grande compartimento. Depois o contêiner é recolocado no lugar ficando sempre a sua disposição.  

COMO É FEITA A LIMPEZA DOS CONTÊINERES?

O contêiner é lavado por outro caminhão que se encarrega de realizar a higienização completa, eliminando sujeira, germes e resíduos.

QUAL A FREQUÊNCIA DE RECOLHIMENTO?

O recolhimento ocorrerá, no mínimo, duas vezes por semana. A periodicidade vai ocorrer conforme o local e o volume de resíduo produzido. Serão 440 contêineres metálicos de 2,4 m³ e 3,2 m³.

O QUE DESCARTAR

  • Os contêineres são de uso exclusivo para lixo doméstico. Neles, a população pode depositar restos de alimentos, plásticos, papéis, garrafas (vidro e metal) e demais resíduos de origem domiciliar.

O QUE NÃO DESCARTAR

  • Materiais não coletados pela Prefeitura são, por exemplo, podas de árvores, resto de construção, entulhos, resto de móveis e pneus velhos.
  • Para esse tipo de descarte, há empresas licenciadas no município que realizam o serviço.
  • Resíduos perigosos (por lei, de responsabilidade da indústria geradora): lâmpadas fluorescentes, pilhas e baterias, remédios vencidos, cartuchos e toners.

O lixo é um assunto sério e quando assumimos a gestão o tratamos com muita responsabilidade. Nós temos uma área de comércio muito forte, que movimento nossa economia, por isso, estamos iniciando esse trabalho de organização e modernização do sistema de coleta por este espaço.

A forma de coleta atual continuará funcionando normal e simultaneamente com a automatizada para adaptação dos moradores

Com o auxílio da Secretaria de Transito e Transporte Urbano, a expectativa é de que nos próximos dias a primeira etapa, ou seja, 150 contêineres sejam instalados.

CRONOGRAMA

  • 29/07: início da conscientização
  • 02/08: distribuição de contêineres
  • 03/08: início da coleta

A nossa gestão tem foco nos resultados, portanto, reforçamos que todas as melhorias na forma coleta não trará aumento de tributos, isto é, apenas benefícios para toda população.

Nos próximos dias centenas de contêineres passarão a fazer parte do cotidiano da cidade. Isso se dará por conta da coleta de lixo, que recebe melhorias e traz benefícios à população. Coleta de lixo automatizada: como funcionará em Sinop?

O contêiner servirá para o depósito de resíduos orgânicos e mudará totalmente a rotina dos moradores. A troca da coleta manual pela automatizada objetiva trazer maior segurança aos coletores e ao Meio Ambiente. Começará pela região Central e será ampliada gradativamente para toda cidade.

PORQUE ESSA MELHORIA É IMPORTANTE?

Desde o início da nossa gestão, nossa meta é melhorar a vida do cidadão, ou seja, proporcionar, acima de tudo, qualidade de vida ao sinopense e isso passa pelos espaço públicos. Estamos confiando que haverá uma mudança de comportamento da população.

QUEREMOS UMA CIDADE MAIS LIMPA – Com os contêineres, diminuirá o número de focos de lixo, já que eles ficarão à disposição 24 horas por dia. Assim, os materiais não ficarão mais expostos em frente das casas, comércios ou edifícios.

A qualquer hora, você cidadão, pode levar o seu lixo para um local seguro e ambientalmente correto. Essa é uma tendência mundial, que tem mudado a forma de tratamento do lixo.

BENEFÍCIOS DA COLETA DE LIXO AUTOMATIZADA:

  • Evita a ação de cães, gatos, ratos e outros vetores
  • Descarte dos resíduos a qualquer hora
  • Deixa a cidade mais limpa
  • É mais higiênico (a abertura é por pedal e a limpeza é periódica)
  • O processo de coleta é mais ágil
  • Mais segurança, reduzindo a exposição e risco aos coletores.
  • Acaba com mau cheiro dos resíduos expostos nas lixeiras sem coberturas

NÃO HAVERÁ AUMENTO NA TAXA DE LIXO

Importante ressaltar, que essa é uma melhoria no sistema de coleta e não haverá aumento de valores a serem pagos sobre a coleta de resíduos.

A SANETRAN, empresa responsável pelo recolhimento de lixo em Sinop, explica que cada ponto verde representa um contêiner e seu local de instalação, substituindo o sistema de coleta atual.

Reforçando, que nos locais onde há contêineres, a população deve passar a depositar o lixo nos equipamentos e não mais deixá-lo em frente às casas.

COMO SERÁ A COLETA DE LIXO AUTOMATIZADA EM SINOP?

De modo automatizado, um caminhão compactador, equipado com um moderno sistema passa a realizar a coleta sem o contato humano. Um procedimento seguro que leva cerca de 2 minutos.  Ele eleva o contêiner despejando o lixo em um grande compartimento. Depois o contêiner é recolocado no lugar ficando sempre a sua disposição.  

COMO É FEITA A LIMPEZA DOS CONTÊINERES?

O contêiner é lavado por outro caminhão que se encarrega de realizar a higienização completa, eliminando sujeira, germes e resíduos.

QUAL A FREQUÊNCIA DE RECOLHIMENTO?

O recolhimento ocorrerá, no mínimo, duas vezes por semana. A periodicidade vai ocorrer conforme o local e o volume de resíduo produzido. Serão 440 contêineres metálicos de 2,4 m³ e 3,2 m³.

O QUE DESCARTAR

  • Os contêineres são de uso exclusivo para lixo doméstico. Neles, a população pode depositar restos de alimentos, plásticos, papéis, garrafas (vidro e metal) e demais resíduos de origem domiciliar.

O QUE NÃO DESCARTAR

  • Materiais não coletados pela Prefeitura são, por exemplo, podas de árvores, resto de construção, entulhos, resto de móveis e pneus velhos.
  • Para esse tipo de descarte, há empresas licenciadas no município que realizam o serviço.
  • Resíduos perigosos (por lei, de responsabilidade da indústria geradora): lâmpadas fluorescentes, pilhas e baterias, remédios vencidos, cartuchos e toners.

O lixo é um assunto sério e quando assumimos a gestão o tratamos com muita responsabilidade. Nós temos uma área de comércio muito forte, que movimento nossa economia, por isso, estamos iniciando esse trabalho de organização e modernização do sistema de coleta por este espaço.

Esta é mais uma ação importante, que organiza nossa cidade para se manter em desenvolvimento.

COMO SERÁ A IMPLANTAÇÃO?

1ª FASE:
Superior: Av. das Figueiras – Na Av. inclusive;
Inferior: Av. das Embaúbas – Na Av. inclusive;
Esquerdo: Av. dos Ingás;
Direito: Av. Das Jacarandás.

2ª FASE
Superior: Av. das Embaúbas;
Inferior: Av. das Tarumãs – containers somente lado superior da Avenida;
Esquerdo: Av. dos Ingás;
Direito: Av. Das Jacarandás.

3ª FASE
Superior: Av. dos Jequitibás;
Inferior: Av. das Figueiras;
Esquerdo: Av. dos Ingás e R. das Violetas (parte superior);
Direito: Av. Das Jacarandás.

A forma de coleta atual continuará funcionando normal e simultaneamente com a automatizada para adaptação dos moradores

Portanto, com o auxílio da Secretaria de Transito e Transporte Urbano, a expectativa é de que nos próximos dias a primeira etapa, ou seja, 150 contêineres sejam instalados.

CRONOGRAMA

  • 29/07: início da conscientização
  • 02/08: distribuição de contêineres
  • 03/08: início da coleta

Nossa gestão tem foco nos resultados, portanto, reforçamos que todas as melhorias na forma coleta não trará aumento de tributos, isto é, apenas benefícios para toda população.

Desde o início da pandemia, em 16 de março, nossos esforços têm sido diários. Equilibrar a Saúde, ao salvar vidas, e Economia, ao preservar empregos. Não tem sido uma tarefa fácil, mas seguimos avançando. Na Saúde, para tratamento da Covid-19: Hospital da Visão está em funcionamento.

COMO IRÃO FUNCIONAR OS ATENDIMENTOS?

Durante a pandemia foram necessárias várias readequações no Sistema de Saúde para garantirmos o melhor atendimento à população. Portanto, com a inauguração do Hospital da Visão, pacientes com sintomas suspeitos de COVID não serão mais atendidos na UPA André Maggi.

O Hospital da Visão é exclusivo para atender pacientes com síndrome gripal leve ou suspeitos de COVID-19 em nosso município.

O Hospital da Visão já está em funcionamento e tem atendimento 24 horas para consultas, entrega de kits Covid, coletas de testes, enfermarias e vagas de internação para pacientes de semi-intensivo.

Os internados na ala semi-intensiva, são pessoas que aguardam para serem transferidas para uma vaga de UTI, regulada pelo Estado, para o Hospital Regional.

TEMOS OUTROS LOCAIS DE ATENDIMENTO?

Sim. Ressaltamos, que a Unidade do Jardim Primaveras continua em funcionamento, das 7h às 19h, para consultas de pessoas com suspeita da Covid-19, leitos de soroterapia e entrega de kits Covid-19.

Podem procurar também as UBS:

  • Oliveiras  – Rua das Oliveiras esquina com Rua das Violetas, Q 22, Jardim Violetas
  • Palmeiras – Ruas dos Manjoleiros, Q 08, Jardim das Palmeiras
  • Violetas – Rua das Dálilas, Q 04, Jardim Violetas
  • Ibirapuera – Avenida Perimetral Sul, Industrial Sul
  • Menino Jesus – Rua João Moreira de Carvalho, Bairro Menino Jesus
  • Sebastião de Matos – Estrada Sabrina, 3600, Residencial Vila Juliana

Toda essa reorganização é realizada pelas equipes de saúde que estão na linha de frente, isto é, trabalhando para garantir o atendimento a você sinopense.

Contamos com a sua colaboração nos cuidados pessoais de prevenção, pois, ainda não passamos o pico da doença. Portanto, a conscientização de cada um de nós é fundamental. Apenas unidos vamos vencer essa pandemia.  

TRANSPARÊNCIA – Essa é a palavra de ordem na divulgação dos dados do Coronavírus em  nosso município. Com o objetivo de simplificar ainda mais as informações para a população, a divulgação e atualização, por parte da Prefeitura de Sinop, é constante. Entenda os números do boletim diário.

Primeiramente, vale lembrar que, desde o início da pandemia, estruturamos toda a rede de saúde para atender você, cidadão. No equilíbrio diário entre Saúde e Economia, orientamos o sinopense com foco na prevenção, para assim salvar vidas e empregos.

ENTENDA O BOLETIM

O boletim diário, com os números da Covid-19 em Sinop são repassados pela Secretaria Municipal de Saúde. A medida que os resultados de exames são lançados no sistema, os dados vão se consolidando. SÃO NÚMEROS OFICIAIS, que incluem as redes pública e particular de atendimento.

CASOS CONFIRMADOS – Esse é um dado acumulativo, ou seja, ele sempre irá aumentar. Os números de confirmados se refere ao total de pacientes que tiveram diagnóstico positivo no exame para coronavírus, mesmo que já esteja recuperado.

O diagnóstico ocorre por teste rápido ou RT-PCR

 RECUPERADOS DA COVID-19 – São os casos confirmados que cumpriram a quarentena em isolamento domiciliar, isto é, ficaram em casa por 14 dias e não apresentam sintomas graves, ou que foram internados e tratados.

ISOLAMENTO DOMICILIAR – São casos considerados leves. Pessoas que tiveram alguns sintomas, passaram por consulta médica e recebem a orientação de que devem, por segurança, se manterem em casa.

ÓBITOS – Esse é um dado que, infelizmente, se faz presente neste boletim. Pacientes que, por condições pré-existentes, evoluem para agravamento da doença.

INTERNAÇÕES DE CASOS CONFIRMADOS – Pessoas confirmadas com a Covid-19, que estão em tratamento e internadas em hospitais da cidade, em enfermarias ou UTIs. Aqui estão os casos de moderados a graves.

CASOS SUSPEITOS – Pacientes com sintomas de coronavírus que tiveram amostra coletada, deram positivos e seguem em monitoramento e isolamento, já que o teste rápido não é diagnóstico 100% confiável.

EXAMES AGUARDANDO RESULTADO – Aqui estão os exames RT-PCR coletados e enviados ao Laboratório Central do Estado (LACEN) e os realizados na rede de laboratórios particulares, com encaminhamento médico.

Destes suspeitos, maior parte segue em isolamento domiciliar e outros internados – em enfermarias ou UTIS, dependendo da gravidade dos sintomas.

A maior parte das pessoas que estão internadas em Sinop não são munícipes, e sim cidadãos de outras cidades e estados que, por ser regional, o hospital de referência também atende.

EM SINOP – Entenda os números do boletim diário.

De modo geral, apesar de ainda manter o status de alerta, a média móvel de óbitos em Mato Grosso apresentou queda na última semana. Entenda os números do boletim diário.

Para exemplificar como está a real situação em Sinop, vamos tomar como exemplo o boletim divulgado no dia 20 de julho de 2020. Segundo dados oficiais, nesta data temos 1.422 casos confirmados. Destes, 1.201 pacientes já estão recuperados, e 49 foram a óbito.

Assim, em 20/07, Sinop possui 172 pessoas com o coronavírus ativo.

Esse número representa mais de 85% de recuperados, 12% com a infecção ativa, em tratamento ou isolamento domiciliar e 3% representa os óbitos.

Se formos além e calcular o número de casos confirmados, ou seja, 1.422 comparado com o número de habitantes, segundo o IBGE, que é de 143.000 mil, temos 0,99% de pessoas confirmadas com coronavírus.

MENOS DE 1% DA POPULAÇÃO DE SINOP POSITIVOU PARA O NOVO CORONAVÍRUS.

Apesar de ser um número baixo, ainda é preocupante, pois cada vida importa. Continuamos trabalhando para reduzir ainda mais este número em nosso município e conto com você cidadão.

Nosso país ainda tem maior taxa de contágio por coronavírus do mundo. A velocidade de propagação, contaminação do vírus É ALTÍSSIMA, o que dificulta o controle da doença.

Assim, pedimos que reforce os cuidados já informados:

  • Use o álcool em gel
  • Faça o uso da máscaras
  • E saia de casa, apenas se realmente necessário.

VAMOS CONSEGUIR SALVAR VIDAS E EMPREGOS.
JUNTOS, VAMOS VENCER ESTA AMEAÇA!

Quem me conhece, sabe que em minha história não há escrita a palavra corrupção. Muito pelo contrário, o combate a esta prática é coerente com a minha vida. CORRUPÇÃO: NÃO COMPACTUO COM ESTE MAL.

PORQUE PRECISO FALAR SOBRE ISSO?

Há alguns dias, tentando me colocar como uma figura corrupta, nas mídias sociais e em alguns veículos de comunicação, de modo precipitado, foi divulgada a informação de que a Secretaria Municipal de Saúde havia comprado máscaras, do modelo N95, com sobrepreço.

Portanto, determinei a Secretaria Municipal de Saúde, que apurasse rigorosamente os fatos.

Uma investigação interna foi instaurada, com um levantamento de todo o processo licitatório, desde o pedido de aquisição até a entrega do produto. Pois, repito – CORRUPÇÃO: NÃO COMPACTUO COM ESTE MAL.

O QUE APURAMOS?

Diante da urgência na compra de máscaras para os servidores da linha de frente da Saúde, EM ABRIL, QUANDO O MUNDO ENFRENTAVA A ESCASSEZ DE MATERIAIS, a aquisição foi feita com dispensa de licitação.

Tivemos orçamento de sete fornecedores. Destes, apenas três atendiam aos requisitos necessários, quanto a oferta de produto e preço:

  • Primeira empresa: R$ 49 reais
  • Segunda empresa: R$ 48 reais
  • Terceira empresa: tinha o menor preço, porém não tinha o produto em estoque.

Assim, das duas empresas que tinham disponibilidade da entrega do produto, optamos pela que tinha o menor preço. Portanto, a compra de 1500 máscaras, modelo N95, realizada no mês de abril, pelo valor de R$ 48, cada, NÃO TEVE SOBREPREÇO.

O QUE NÃO FOI LEVADO EM CONSIDERAÇÃO?

O cidadão que executou a denúncia, infelizmente, esqueceu de fazer uma análise prévia do contexto no momento da compra. Órgão federais, como o Exército e Anvisa, por exemplo, compraram máscaras, também no mesmo período, a preço muito mais elevado.

NOSSO COMPROMISSO É COM A VERDADE. NÃO TEMOS INTERESSE EM ESCONDER NADA.

Venho de uma família trabalhadora, honesta, pioneira e sou apaixonada por esta terra. Tentar me colocar como uma figura corrupta vai contra a realidade dos fatos e é, no mínimo, um grande equívoco.

Como mulher e empresária encaro o desafio de administrar esta cidade que vi nascer e crescer. Por isso, reafirmo novamente: CORRUPÇÃO: NÃO COMPACTUO COM ESTE MAL

Manter Sinop em desenvolvimento, desde o início da nossa gestão, tem sido uma meta diária. A produção em toda região cresce cada vez mais e, portanto, alternativas para incentivar a industrialização local se tornam urgentes. É aqui que o Porto Seco em Sinop surge como uma excelente opção.

A busca é pelo equilíbrio entre Saúde e Economia, que mantêm fatores como aumento da renda, redução do desemprego, poder de consumo e melhorias na qualidade de vida estáveis. Tudo isso faz de Sinop um bom local para se investir.

São indicadores de desenvolvimento econômico que viabilizam a rota de crescimento. Segundo a Revista Exame (2018), somos a 26ª melhor cidade do País para se investir e o olhar do mundo tem se voltado para cá.

A necessidade de um maior e melhor suporte logístico para a região é eminente. Assim, com o objetivo de agilizar a exportação e importação de produtos, protocolei um pedido junto à secretaria da Receita Federal, em Brasília, para a implantação do Porto Seco em Sinop.

O QUE É UM PORTO SECO?

O Porto Seco, em outras palavras, é um terminal de operações para carga, descarga, armazenagem e movimentação de mercadorias. É controlado pela Receita Federal e auxilia, em muito, na redução de custos para o produtor.

Em um cenário pós-pandemia, essa estrutura será de extrema importância para Sinop. Ocorrerão exportações direto do município, ou seja, não haverá a necessidade de ir até Paranaguá para fazer os trâmites aduaneiros.

Fechou o caminhão e a produção já está pronta para ser exportada. Consequentemente, isso facilita, também, as importações.

QUANDO SERÁ INSTALADO?

A Receita Federal concluiu o estudo de viabilidade e em breve teremos o edital para licitação. Que ocorre junto com a estruturação do novo corredor logístico do Brasil – A Ferrogrão. A região só tem a ganhar, isto é, vai atrair mais recursos e empresas.

São recursos da iniciativa privada, no qual o vencedor da licitação irá comprar a área e construir toda estrutura necessária para o funcionamento. Portanto, é um grande projeto de desenvolvimento que se consolidará no município.

Equilíbrio

Mesmo diante da pandemia, o nosso crescimento é perceptível. Apenas nos cinco primeiros meses de 2020, foram abertas mil e oitenta novas empresas. Atualmente, são mais de 15 mil empresas ativas no município.

E isso é fruto de muito empenho, trabalho e dedicação. Além de, claro, escolhas diárias.

Como já informamos aqui no blog, a violência contra a mulher vem aumentado durante a pandemia. Em Sinop, infelizmente, não é diferente.  Assim, para tentar amenizar essa triste realidade, o Governo Federal decretou, e nós apoiamos, novas medidas de enfrentamento e o combate à violência doméstica é essencial.

A nova Lei 14.022, de 2020, altera uma já existente (Lei 13.979 de 6 de fevereiro de 2020) e dispõe sobre medidas de enfrentamento à violência doméstica e familiar.

O COMBATE À VIOLÊNCIA É ESSENCIAL. O QUE DIZ A LEI?

A partir de agora, enquanto durar a pandemia, qualquer ação de violência, seja ela doméstica ou familiar, contra mulher, crianças, adolescentes, pessoas idosas e pessoas com deficiência é considerada de natureza grave e as medidas protetivas são executadas prontamente. O combate à violência doméstica é essencial.

Cabe, também, ao poder público adotar medidas necessárias para garantir a manutenção do atendimento, isto é, se por razões de segurança sanitária, não for possível, o poder público deverá, obrigatoriamente, verificar outras possibilidades.

O juiz competente providenciará a intimação do ofensor, que poderá ser realizada por meios eletrônicos, cientificando-o da prorrogação da medida protetiva.

QUAIS OS CANAIS DE COMUNICAÇÃO?

O registro da ocorrência pode ser realizado por meio eletrônico ou pelos números de emergência – 180, 190 e disque 100, designados para tal fim. Você pode, ainda, procurar uma das quatro unidades do CRAS ou CREAS e buscar orientação, auxílio e proteção.

ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES

De modo permanente, temos também a campanha Sinop Livre de Violência Contra a Mulher busca a mobilização, para que assim possa haver a conscientização e, por consequência, a erradicação desse mal, para que não aconteça mais nenhuma agressão contra as mulheres de Sinop.

BASTA UM “X” VERMELHO NA MÃO

Outra importante ação é a campanha “Sinal Vermelho”. Com um “X” vermelho na palma da mão, feito com caneta ou batom, por exemplo, a vítima sinaliza que está em situação de violência.

Em Sinop, inicialmente, 26 estabelecimentos comerciais receberam um selo de identificação (“Farmácia amiga da mulher”, “Supermercado amigo da Mulher”), ou seja, estão comprometidos com a causa e treinados para agir corretamente na recepção dessa denúncia silenciosa.

A segurança pode ser uma responsabilidade do Estado, mas as mulheres são uma questão de vida e respeito.

Uma importante ferramenta para o desenvolvimento logístico da nossa região obteve a aprovação do seu plano de outorga. Contendo estudos técnicos e edital de contrato. A Ferrogrão – o novo corredor logístico do Brasil passa por Sinop.

Com esta ação o Governo Federal busca a construção e prestação de serviços ferroviários entre os municípios de Sinop, aqui em Mato Grosso, e Itaituba, no estado do Pará. Criando assim, um novo corredor logístico, escoando a produção de safra, principalmente, de soja e milho.

Aspectos técnicos

  • A Ferrogrão ou EF-170, como é conhecida tecnicamente, conta com uma extensão de 933 km.
  • Prevê-se que, já em seu primeiro ano de operação, a demanda total alcance 25 milhões de toneladas. Número que poderá chegar a 42,3 milhões de toneladas em 2050.

A obra irá facilitar e aliviar as condições de tráfego da BR-163. Diminuindo o fluxo de caminhões, reduzindo custos, agilizando o transporte e preservando a infraestrutura da rodovia.

Segundo o Governo Federal, hoje, mais de 70% da safra mato-grossense é escoada pelos portos de Santos, em São Paulo, e de Paranaguá, no Paraná, a mais de 2 mil quilômetros da origem.

FERROGRÃO – CORREDOR LOGÍSTICO DO BRASIL PASSA POR SINOP

Mesmo em meio à pandemia, damos mais um passo nesta importante conquista. Que deve aumentar a competitividade de todo o Norte do Estado, gerando também mais empregos.

Desde que assumi a gestão, melhorar a logística de Sinop e região tem sido uma das minhas metas e foco das minhas solicitações ao Governo Federal. Ainda em 2017 tivemos uma audiência pública realizadas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e hoje avançamos um pouco mais.

O Tribunal de Contas da União (TCU) já está com o projeto de concessão protocolado. Cabe ao TCU, agora, analisar toda documentação e publicar o edital de licitação, previsto ainda este ano.

E isso é fruto de muito empenho, trabalho e dedicação. Além de, claro, escolhas diárias.

Eu acredito na força do trabalho e peço sua ajuda, cidadão, para que a gente continue mantendo o equilíbrio entre saúde, que é a nossa prioridade, e a economia. 

O caminho a se trilhar rumo ao desenvolvimento é árduo. Trazer novos investimentos para Sinop é um trabalho diário. No entanto, ver que ações pensadas no começo da nossa gestão seguem avançando, faz tudo valer a pena.

Portanto, estou convencida de que o município tem vocação para o desenvolvimento. Em resumo, o lugar que foi criado para ser grande e de forma planejada está atingido esse objetivo, sendo polo para toda região.

Estamos em 2020, um ano que começou surpreendendo todo o mundo. Principalmente, no que diz respeito ao novo coronavírus e suas consequências. Neste cenário conseguimos ver com clareza a importância da comunicação para a promoção da Saúde. E é sobre isso que gostaria de falar com você, sinopense.

Em março, a notícia de que estávamos diante de uma pandemia era propagada por todos os meios de comunicação. A ação mais urgente foi a de informar a você quais as medidas práticas para se proteger, assim, pedimos apoio da imprensa, para nos ajudar no combate a essa nova e desconhecida ameaça.

A Comunicação e todo seu aparato é essencial para a promoção da Saúde. De modo assertivo, com informações corretas, orientamos o sinopense como lavar as mãos, usar a máscara e informamos, diariamente, a evolução dos casos, além das medidas adotadas para conter o avanço da doença em nossa cidade.

Foi, e ainda é, por meio da Comunicação que combatemos as notícias falsas (Fake News) que insistem em se fazer presente nesse momento tão difícil.

Por isso, para além da informação, a boa comunicação é necessária para conseguirmos atingir nosso objetivo: o equilíbrio entre Saúde e Economia, mantendo o cidadão seguro e uma Sinop produtiva.

Estamos nos comunicando, para que as pessoas, agindo de forma coletiva, façam sua parte, mudem o seu comportamento e, assim, as nossas estratégias de promoção da saúde sejam mais eficazes.

COMUNICAÇÃO TAMBÉM É UM SERVIÇO ESSENCIAL!

Investir e promover a Comunicação faz parte da promoção e manutenção de serviços essenciais na pandemia. Sim, da mesma forma que a estrutura da Saúde é essencial,  a Comunicação também é. Isso é LEI!

Portanto, também temos investido nesta área. Entendemos que precisamos fazer com que as orientações, informações e novas decisões cheguem ao cidadão com eficácia, agilidade e veracidade.

Assim, buscamos remanejar recursos, organizar as pastas e fazer da boa informação uma arma no combate ao Coronavírus e a Covid-19.

POR QUE INVESTIR RECURSOS EM COMUNICAÇÃO NUMA PANDEMIA?

  • Porque é dever do poder público informar o cidadão sobre fatos de seu interesse e do interesse da coletividade.
  • Porque orienta a população sobre os serviços de saúde.
  • Dá transparência aos dados da pandemia e dissemina conhecimento sobre os métodos de prevenção de contaminação.
  • Comunicação para a promoção da saúde

Uma cidade bem informada pode lutar – e vencer – a ameaça do Coronavírus.

Em momentos como este que vivemos, podemos afirmar: informar salva vidas, sim.

A violência contra nós, mulheres, é estrutural. Infelizmente, está enraizada em nossa cultura, ocorre por diversas razões e variadas formas. Precisamos lutar contra isso. Mulher, você não está sozinha, basta um X vermelho na mão.

Os números mostram que em Sinop a violência contra a mulher aumentou durante a pandemia.

Muitas mulheres que sofrem violência doméstica, por exemplo, têm dificuldades para denunciar o agressor. E neste momento toda sociedade se mobiliza a favor dessa causa, basta um X vermelho na mão.

QUAL É O OBJETIVO?

Com a união de todas as instituições participantes, a campanha objetiva proteger diretamente as mulheres com restrição de comunicação e/ou liberdade.

Nacionalmente a ação é uma iniciativa da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em Sinop, a campanha Sinal Vermelho é executada pela Rede de Enfrentamento e Combate à Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher.

X VERMELHO NA MÃO – COMO IRÁ FUNCIONAR?

É relativamente simples: com um “X” vermelho na palma da mão, feito com caneta ou batom, por exemplo, a vítima sinaliza que está em situação de violência.

Com o nome e endereço da mulher em mãos, os atendentes dos estabelecimentos que aderirem à campanha deverão ligar, imediatamente, para o 190 e reportar a situação.

ONDE BUSCAR AJUDA?

Em Sinop serão 26 estabelecimentos comerciais, que receberão um selo de identificação (“Farmácia amiga da mulher”, “Supermercado amigo da Mulher”) isto é, estão comprometidos com a causa e treinados para agir corretamente na recepção dessa denúncia silenciosa.

CONFIRA -> AQUI <- OS LOCAIS PARTICIPANTES

Você pode também:

  • Realizar denúncia de violência contra a mulher na Delegacia da Mulher, ou em qualquer delegacia, com o registro de um boletim de ocorrência.
  • Procurar uma das quatro unidades do CRAS ou CREAS e buscar orientação, auxílio e proteção.
  • Mandar uma mensagem para o (66) 9 9662-9771 – WhatsApp da REDE

ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES

De modo permanente, temos também a campanha Sinop Livre de Violência Contra a Mulher busca a mobilização, para que assim possa haver a conscientização e, por consequência, a erradicação desse mal, para que não aconteça mais nenhuma agressão contra as mulheres de Sinop.

A segurança pode ser uma responsabilidade do Estado, mas as mulheres são uma questão de vida e respeito.

Leia também – SE ELE TE BATE, NÃO É AMOR, É VIOLÊNCIA!

Ser gestora em tempos de pandemia, eleva em muito o desafio de administrar Sinop. Estar à frente dessa batalha não é fácil. Até o momento, não há medicamentos cem por cento eficazes, nem vacina para prevenir a contaminação por este vírus. Mas garanto a você cidadão, no combate ao Coronavírus: Sinop está fazendo a sua parte.

Somos polo de Saúde, Educação e prestação de serviços, dando suporte para 32 municípios e também procurada por pessoas de outros Estados, como o Pará. É muito mais fácil vir para Sinop do que para Belém, por exemplo. A região é grande e compõe aproximadamente 800 mil pessoas nesse Norte todo.

Por isso, nós, os prefeitos da região, estamos preocupados. Além de lidar com a demanda que a população local já traz, temos, também, que absorver os atendimentos vindos de outros municípios.

Embora seja uma árdua tarefa, tenham certeza, no combate ao Coronavírus: Sinop está fazendo a sua parte.

Além de ações com foco na promoção da Saúde, nossa preocupação é, também, com a estagnação da economia local. Por isso, investimos em ações para manter o equilíbrio, adotando medidas para reduzir o impacto econômico e assim preservar vidas e também o emprego e a renda dos trabalhadores.

Confiamos no povo de Sinop, e, por acreditar, flexibilizamos as medidas. O município de Sinop ficou apenas quatro dias fechados. Fizemos inúmeras reuniões com as entidades, ACES, CDL, UNESIN e também com as igrejas para que adotassem realmente um protocolo de segurança.

Pedimos que as pessoas usassem as máscaras, fizessem uso do álcool em gel e evitassem aglomerações. Então, o comércio aderiu junto comigo e nós estamos conseguindo, na medida do possível, controlar.

Desde o início nós adotamos protocolos de prevenção.

  • Separamos cinco postos específicos para dar atendimento a casos gripais
  • Montamos estruturas de apoio ao lado da UPA
  • Realizado o acompanhamento dos casos suspeitos
  • Atualizamos e revisamos o nosso protocolo de saúde
  • Realizamos a entrega do Kit Covid, para que a doença não evolua para casos graves.

SINOP ESTÁ FAZENDO A SUA PARTE, MAS PRECISAMOS DE AJUDA

O Hospital Regional é o hospital de referência na região e nós sabemos das nossas deficiências de UTI. Por meio do Consórcio de Saúde, compramos mais equipamentos, que já entregamos para o Hospital Regional, para que haja mais dez UTIs, compondo assim 30 leitos em Sinop.

Estamos trabalhando de forma preventiva, conscientizando a população, mas precisamos que o Estado seja mais efetivo no amparo aos municípios do nortão.

Estamos fazendo a nossa parte, fazendo o atendimento necessário. Mas, infelizmente as pessoas já chegam até nós com casos graves, portanto, nós estamos cobrando mais celeridade.

O déficit é muito grande e a responsabilidade acaba recaindo sobre os prefeitos. Estamos sendo transparentes e muito nos entristece quando culpam os municípios do interior, nos colocam como vilões da situação da pandemia.

Não adianta o Estado colocar a culpa nos prefeitos, como se alta complexidade fosse responsabilidade das prefeituras.

Nós não estamos nos colocando contra o governo, não queremos ser contra ninguém, mas nós queremos uma atitude mais rápida. Para que JUNTOS a gente possa sair mais rápido dessa pandemia.

Com a Lei  que dispõe sobre o Sistema Municipal de Cultura – SMC, instituído com a finalidade de promover o desenvolvimento humano, social e econômico, com pleno exercício dos direitos culturais,  Sinop auxilia classe artística durante a pandemia.

Assim, entre 06 e 17 de julho, artistas e agentes culturais de Sinop podem credenciar seus projetos para fins de contratação, em formato digital e transmissão via internet. Mas, fique atento, a seleção segue normas rígidas presentes em edital.

Esta é mais uma ação no enfrentamento da Covid-19 em nosso município, que tem atuado em diversas frentes para minimizar os efeitos da doença. Nesta, Sinop auxilia classe artística durante a pandemia.

QUAIS ÁREAS SERÃO CONTEMPLADAS?

  • Música
  • Artes Cênicas
  • Artes Visuais
  • Dança
  • Artes Plásticas

REFORÇANDO, QUANDO SUBMETER O PROJETO?

De 06 a 17 de julho de 2020.
Esse é o prazo final, isto é, o prazo não será prorrogado. Portanto, fique atento.

COMO SERÁ A CONTRATAÇÃO

Os projetos selecionados integram diversas áreas artístico-culturais, e receberão o valor de R$ 1.000,00 por proponente.

O QUE JÁ FIZEMOS PARA AUXILIAR A CLASSE ARTÍSTICA DURANTE A PANDEMIA?

Infelizmente, ainda não conseguimos liberar os eventos pelas condições que ficamos expostos, entendemos que as famílias de muitos artistas estão passando por dias difíceis! Estamos fazendo a nossa parte para auxiliar.

Realizamos o projeto MusicArte – Música e Arte para nos reconectar – que consistiu na realização de Lives culturais temáticas para os artistas de Sinop. Com o objetivo de arrecadar alimentos para TODOS os artistas. Desde o cantor, até o dançarino.

Realizamos, também, a entrega de cestas básicas para amenizar o impacto.

Em resumo, como gestora, no enfrentamento da Covid-19, estou em busca do equilíbrio entre o que posso e devo fazer, entre uma cidade com casos controlados e uma economia que se mantenha estável, mesmo diante do pior cenário. Logo, repito, equilíbrio é a palavra de ordem.

 Temos que ser solidários e responsáveis uns com os outros.

Toda a população é testemunha do empenho que tenho realizado até aqui para cuidarmos da Saúde e preservar empregos e renda na nossa cidade, mesmo diante da ameaça trazida pela pandemia mundial do Coronavírus. Neste instante, porém, teremos que restringir algumas atividades. Sinop: como chegamos ao novo decreto?

Enquanto o restante do País amargava encolhimento da economia, Sinop abriu mais mil novos postos de trabalho nos primeiros meses do ano.

Com uma boa dose de coragem, senso de responsabilidade e muita confiança na população, mantivemos nossa cidade funcionando. Todo o comportamento do poder público municipal ao longo da pandemia demonstra claramente nossa preocupação com a saúde e manutenção do trabalho e da economia.

Não é o que gostaria de anunciar. Mas, as medidas, que estão em alinhamento com o Ministério Público, são para evitar o lockdown.

Sinop: como chegamos ao novo decreto?

Os promotores de Justiça recomendaram ações mais restritivas e nós, o grupo que compõe os 15 prefeitos da região acatamos a recomendação, afim de evitar o fechamento total e estancar o aumento da curva de contágio que já compromete a capacidade de atendimento dos pacientes com Covid-19.

Mesmo com todos os investimentos feitos na saúde, com abertura de novos leitos e instalação de respiradores, todo o Estado do Mato Grosso está neste momento no limite.

E é em função desse cenário, e também para cumprir recomendação expressa do Ministério Público que estamos sendo obrigados a suspender essas atividades. Acreditem: vamos estar vigilantes, monitorando e equipando nossa cidade para que esta suspensão seja breve e que a gente consiga voltar a normalidade o mais rápido possível.

Sou uma gestora que acredita no trabalho.

E, principalmente, que acredita em Sinop. Vamos manter Sinop produtiva e com saúde. E vamos vencer essa guerra sair dela ainda mais fortes.

No que diz respeito ao combate à Covid-19, estamos fazendo a nossa parte. Frequentemente estão sendo realizados trabalhos de prevenção e, no momento, Sinop prepara uma nova estrutura no Hospital da Visão para atender pacientes com suspeitas e confirmados da doença.

Primeiramente, abrindo aqui um parênteses, esclarecemos que o kit de medicamentos para tratamento da Covid-19, que estamos ofertando nos postos de saúde, já estão disponíveis. Este é um protocolo elaborado por uma junta médica da Secretaria Municipal de Saúde.

A distribuição é gratuita, mas só recebe o kit medicamento quem tem prescrição médica. Vale lembrar que os remédios NÃO CURAM a doença, apenas amenizam os sintomas.

SINOP PREPARA NOVA ESTRUTURA NO HOSPITAL DA VISÃO

Como vocês já sabem preparamos um primeiro Hospital de Campanha, no Jardim Primaveras. Lá, naquela estrutura, vamos manter pacientes de enfermaria com sintomas leves.

Iremos, também, desativar a tenda para triagem de pacientes que montamos na UPA André Maggi. O objetivo é separar ainda mais os atendimentos, garantindo, assim, maior segurança.

Para a estrutura do Hospital da Visão, que foi cedido ao município pelo Lions, estão sendo preparados leitos de estabilização, com respiradores que o município recebeu como doação do Grupo Scheffer. Esse trabalho será feito em conjunto e levará alguns dias.

A estruturação vai desde instalação de aparelhos de ar condicionado até a contratação de servidores da saúde.

Por isso, também já estamos preparando um seletivo.

Pessoal, essa pandemia é no mundo todo. Não acontece apenas em Sinop e a principal forma de nós vencermos juntos o coronavírus é seguirmos com ações de prevenção, que começam por cada um de nós.

Lembre-se que muitas pessoas da linha de frente da saúde estão na luta diária, trabalhando para que Sinop siga produtiva e com saúde. Então colabore, fique em casa, saia apenas em caso de extrema necessidade, higienize as mãos, use máscara e também álcool gel.

Só existe uma forma de vencer essa pandemia. Com prevenção e união.

As queimadas e incêndios provocados em nossa cidade alcançam todos os anos dimensões gigantescas. Neste, em especial por conta da pandemia da Covid-19, a fumaça gerada na ação agrava ainda mais o cenário. Queimada em Sinop: saiba como evitar. Não deixe que aconteça!

O período proibitivo das queimadas ocorre quando entramos na época de seca, mais precisamente entre maio e outubro, são inúmeras as substâncias tóxicas emitidas no ar pela fumaça e, segundo a FIOCRUZ dobra o número de doenças respiratórias neste espaço de tempo.

MAS NÃO HÁ FISCALIZAÇÃO?

Primeiramente, se o cidadão que realiza a queimada compreendesse a dimensão do seu estrago não precisaria haver fiscalização. O fiscal somos todos nós. E o simples ato de não fazer já ajuda e muito.

Mas há sim! Além de canais de denúncia que são amplamente divulgados.

NÃO SE FAZ NADA?

Pelo contrário, se faz muito! Mas, a falta de conscientização da população nesta prática ilegal prejudica não só o Meio Ambiente, mas a toda sociedade. Queimada em Sinop: saiba como evitar. Não deixe que aconteça!

COMO EVITAR QUEIMADAS EM SINOP?

  1. Evite jogar bitucas de cigarro no chão
  2. Não faça fogueiras próximas a vegetação
  3. Evite queimar móveis ou lixo
  4. Capine a área perto de sua casa
  5. Molhe faixas de terra seca

AÇÃO EFETIVA

Embora a legislação ambiental já determine que na cidade as queimadas são proibidas durante todo o ano e que na zona rural, há restrições e no período da seca é que o alerta se intensifica.

Este ano, o município atuará no combate às queimadas com 11 brigadistas. De prontidão para atuar na cidade e também na Gleba Mercedes. Uma importante parceria entre a Secretaria de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros e a Sinop Energia.

Hoje gostaria de conversar com vocês sobre as nossas ações. Muitos me perguntam “Mas, Rosana, estamos na pandemia do Coronavírus: porque não decretamos o fechamento total do comércio?”

Bom, lá atrás, nas primeiras ocorrências da Covid-19, doença causada pelo vírus, tomamos a medida preventiva de fechar todo o comércio e suspender as atividades de praticamente toda cidade.

Foram quatro dias fechados e neste tempo ouvi o pedido dos pais de família que precisavam trabalhar. Assim, chamei os empresários para a responsabilidade, reabrimos após o comprometimento do comércio em adotar as medidas de prevenção, o que tem sido feito de forma constante. E desde então, os nossos esforços têm sido na busca pelo equilíbrio entre Saúde e Economia.

Coronavírus: porque não decretamos o fechamento total do comércio?

Para se ter uma ideia, mesmo com o cenário incerto, de janeiro a maio de 2020, Sinop abriu mil e oitenta novas empresas. Isso mesmo, mil oitenta novas oportunidades. Gerando emprego e renda em meio a pandemia, amortecendo o impacto econômico na cidade.

E importantes conquistas confirmadas anteriormente começam a ganhar forma. As obras do Grupo Assai, Fertipar e do Shopping Sinop, embora lentas por conta da pandemia, continuam.

As indústrias, a exemplo da Inpasa, se adaptaram e seguem trabalhando!

Reflexo de uma economia FORTE, com números consolidados anteriormente e reconhecidos nacionalmente. No ranking da Revista Exame, na nossa gestão, entre 2017 e 2019, Sinop deu um grande salto, saindo da sexagésima sétima colocação para a trigésima terceira entre as cem melhores cidade para se investir do pais.

E isso é fruto de muito empenho, trabalho e dedicação. Além de, claro, escolhas diárias.

Segundos dados do CAGED, em 2019 a Economia de Sinop se fortaleceu gerando duas mil e setecentas vagas de empregos a mais. O comércio, esse que lutamos para manter aberto, é líder, com crescimento é de 7,67%. Juntas, indústrias e empresas de todos os segmentos contrataram mais que demitiram.

Eu acredito na força do trabalho e peço sua ajuda cidadão, para que a gente continue mantendo o equilíbrio entre saúde, que é a nossa prioridade, e a economia. Sigam as recomendações, não nos obrigue a tomar medidas mais drásticas. Se cada uma fizer a sua parte, vamos conseguir!

Nesta época tão difícil temos investido ainda mais na saúde, buscando dar suporte ao sistema público para conseguir atender a todos que precisarem, mas repito, preciso que você também faça a sua parte.

Este é um assunto que retomamos no próximo vídeo.

Um grande abraço e que Deus abençoe a todos!

O Coronavírus e a Covid-19, doença causada pelo vírus, fazem com que todos os protocolos de saúde sejam revisados e atualizados constantemente. O fato é que todos ainda estamos entendendo como a doença atua em nosso corpo. Hoje vamos te explicar sobre Covid-19: testes rápidos em Sinop e como são realizados.

A maior parte da população tem nos testes rápidos uma alternativa, como o nome já diz, mais rápida para saber se contraiu o vírus e está positivado para Covid-19, no entanto, vale lembrar que esta ferramenta é um exame que auxilia, vejam bem pessoal, AUXILIA na detecção da doença, mas NÃO É UM DIAGNÓSTICO.

O diagnóstico definitivo depende de vários fatores e é realizado por RT-PCR.

ENTÃO, QUEM DEVE REALIZAR O RT-PCR?

  • Na rede pública, devem realizar somente os pacientes internados.
  • Na rede particular (laboratórios) apenas com solicitação médica.

Isso é um protocolo do Ministério da Saúde.

E QUEM DEVE REALIZAR O TESTE RÁPIDO?

Na rede pública de saúde, somente pacientes que possuem sintomas clínicos, por exemplo, tosse, dificuldade para respirar, coriza, entre outros, e que após consulta médica tem o exame solicitado. Importante saber que não é apenas um ou outro sintoma que caracteriza uma possível infecção, mas sim o conjunto deles.

Na rede particular, em laboratórios credenciados, qualquer cidadão pode fazer, mediante pagamento.

“E PORQUE NÃO FAZEM O TESTE RÁPIDO PARA TODOS”?

Como já dissemos, é um conjunto de fatores que detecta e realiza com confiabilidade o diagnóstico para Covid-19, sair fazendo o teste de qualquer forma não adianta em nada. Pois, com o uso do teste rápido, um resultado positivo com grau de confiança somente ocorrerá entre sete e dez dias de apresentação dos sintomas ou de contato com alguém já diagnosticado.

“AH, MAS EU POSSO SER ASSINTOMÁTICO, PASSAR OU CONTRAIR O VÍRUS. PRECISO TESTAR!”

Não, você não precisa. O que tens que fazer é se cuidar. Focar na prevenção. Nas redes sociais temos lido muito isso. Mas, infelizmente, não temos como saber quem está ou não infectado.

O que você, munícipe de Sinop, precisa entender é que mesmo que você tenha o vírus sem saber, pois está ASSINTOMÁTICO (não está sentindo nada), mas de alguma forma mantém contato com alguém positivo, e realize o teste rápido, não mudará o desfecho da doença, caso você esteja contaminado.

Você ASSINTOMÁTICO (que não está sentindo nada) deve permanecer em casa e sair apenas se necessário, usar máscara para não contaminar outras pessoas, usar álcool gel, lavar com frequência as mãos e evitar aglomerações.

COVID-19: TESTES RÁPIDOS EM SINOP – COMO FUNCIONAM?

Seguindo os protocolos do Ministério da Saúde, os testes rápidos utilizam uma amostra de sangue da pessoa. O procedimento de coleta pode ser realizado de duas formas: um furo no dedo ou retirada de sangue a partir de uma veia.

A próxima etapa é a análise do soro, com o objetivo de detectar a presença de dois tipos de anticorpos: o IgM e o IgG.

O primeiro – IGM – informa a fase ativa da Covid-19 e começa a ser produzido entre cinco e sete dias após a infecção pelo vírus.

O segundo – IGG – é um anticorpo mais específico que permanece no organismo mesmo após o fim da fase ativa, indicando que a pessoa está —teoricamente— protegida de futuras infecções provocadas pelo vírus.

Estamos adotando as medidas necessárias para cuidar de você com base em estudos e protocolos de sociedades médicas respeitadas.

ESTAMOS FAZENDO A NOSSA PARTE E PEDIMOS A VOCÊ: FAÇA A SUA!!!

Na manhã desta quinta-feira, 25 de junho, na cidade de Sorriso, estive reunida com os prefeitos da região e debatemos ações conjuntas no combate ao coronavírus.  Desta reunião tiramos mais uma ação efetiva e uma excelente notícia para nossa cidade: no enfrentamento da Covid-19, Sinop terá mais dez leitos de UTI.

Por meio do Consórcio Público de Saúde Vale do Teles Pires, os equipamentos serão repassados para o Estado. Assim, será possível ampliar os atendimentos no Hospital Regional. O prédio tem estrutura e com uma pequena modificação da equipe, até o dia 05 de julho irão poder atender mais vagas.

O momento é de união, de ajuda para que a gente possa atender. Os municípios do Norte estão contribuindo com o governo.

De modo unânime, nós não concordamos com o lockdown neste momento. Alinhamos a tomada de decisões para medidas ainda mais restritivas e integradas entre os municípios. Unificar e estabelecer o toque de recolher é uma delas, por exemplo, além da implantação do protocolo de medicamentos, já adotado por Sinop.

Em nosso município, por enquanto, não teremos lockdown. Vamos avançar na prevenção, para que a população entenda a gravidade da situação e se previna cada vez mais.

Nos unimos e Sinop terá mais leitos de UTI.

Desde o início, nossas ações têm sido compartilhadas, ou seja, ouvimos sempre a sociedade buscando equilibrar o impacto em todos os setores. Com a pandemia não foi diferente. A responsabilidade do cumprimento das medidas é um dever de todos nós.

Pessoal, enquanto prefeitos, gestores dos municípios que compõem o consórcio de Saúde, não queremos o lockdown, NESTE MOMENTO, mas quero deixar claro que se não fizermos a nossa parte e uma decisão judicial determinar que isto ocorra, teremos que acatar.

Estamos com muitos moradores ainda achando que esse vírus é brincadeira e há relatos de pessoas com suspeita da doença circulando pela cidade, ou seja, mesmo avisados que é necessário o período de isolamento, sem consciência alguma dos riscos que oferecem, vão nas casas dos parentes, andam nas ruas…

Seguimos preocupados com o avanço do coronavírus, tratamento e controle da Covid-19 em Sinop e na região. Neste momento, fique em casa, saia somente se for preciso. Use a máscara, essa é a nossa recomendação. E que Deus continue abençoando a todos nós.

LEIA TAMBÉM:

Primeiramente, reforçamos que, até o momento, não há vacinas ou medicamentos específicos para a doença. O que temos são alguns medicamentos utilizados com o objetivo de aliviar os sintomas e que, em alguns casos, podem diminuir a carga viral. Em Sinop, kit medicamento é utilizado no tratamento da Covid-19.

Ações mais eficazes estão sendo investigadas e serão testadas por meio de estudos clínicos.

ENTÃO, SINOP TEM UM PROTOCOLO. QUAL É?

Após reuniões com as equipes da Secretaria Municipal de Saúde e revisão dos protocolos adotados pelas sociedades de Medicina Intensiva, de Infectologia e de Pneumologia, além de levar em consideração os resultados alcançados por outros municípios, decidimos por atualizar também o nosso protocolo de tratamento médico farmacológico para a Covid-19.

COMO IRÁ FUNCIONAR ESSE PROTOCOLO UTILIZADO NO TRATAMENTO DA COVID-19?

  • Inicialmente, serão 10 mil kits de medicamentos;
  • Entregues nos cinco postos de saúde para atendimento exclusivo de sintomas gripais e na UPA;
  • Os medicamentos são, EXCLUSIVAMENTE, para pacientes com sintomas. Eles irão receber o kit, a receita e as orientações para saber de que forma devem tomar essas medicações.
Kit de medicamentos entregue pela Secretaria Municipal de Saúde

Reforçamos: em Sinop o kit medicamento é utilizado no tratamento da Covid-19 e pode ser que o remédio diminua os sintomas, mas ele NÃO CURA a doença.

Importante lembrar também que NÃO EXISTE um remédio confirmado que previna a doença.

O que previne são medidas como ficar em casa, usar álcool gel, usar a máscara e evitar aglomeração.

Saiba mais sobre os medicamentos que irão compor o kit:

HIDROXICLOROQUINA – No combate à Covid-19, hidroxicloroquina busca controlar a infecção impedindo que o vírus se reproduza.

AZITROMICINA – É um antibiótico com efeito antibacteriano, comumente usado para combater doenças do trato respiratório, como a bronquite, pneumonia, sinusite, faringite, entre outros.

A esperança, ainda sem comprovação, é que o combo (Cloroquina + Azitromicina) reduza a carga viral da doença, especialmente em pacientes com pneumonia, doença pulmonar e doença respiratória aguda.

ZINCO – Aqui, apesar de não comprovado, o Zinco atuaria no fortalecimento do sistema imunológico, responsável pela resposta do nosso corpo a infecções. É ele que atua no controle de vírus e bactérias nocivos ao organismo.

IVERMECTINA – Conforme o protocolo, tem ação antiviral.

AAs – Auxiliaria na prevenção de tromboses venosas e arteriais.

IBUPROFENO – Esse medicamento atuaria no controle da febre, que é um dos sintomas do coronavírus.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde de Sinop/Organização Mundial da Saúde.

Sigam as medidas já decretadas para que outras mais drásticas não precisem ser tomadas prejudicando aqueles que estão agindo corretamente. Entenda que você pode estar prejudicando não só você, mas também sua família, amigos e seu emprego ao não se cuidar.

 “É melhor prevenir do que remediar”, essa é uma frase que se encaixa bem quando falamos sobre vacinas e a sua importância para o ser humano.  Vacinas salvam vidas: veja como funciona a vacinação em Sinop. Vamos te explicar como você deve proceder para ser vacinado.

Vale lembrar que estamos em uma pandemia e toda forma de proteção que possa nos auxiliar contra a Covid-19 é bem-vinda! Na atualidade, o ato de se vacinar é, acima de tudo, um ato de amor. Isto é, quem se vacina está protegendo não apenas a si e a outro, mas também está contribuindo para o controle de doenças em nosso meio.

PORQUE A VACINA É TÃO IMPORTANTE?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as vacinas foram as principais responsáveis por erradicar inúmeras doenças de dezenas de países. Caso a vacinação não ocorra, algumas dessas doenças podem retornar.

VACINAS SALVAM VIDAS, SÃO SEGURAS E EFICAZES!

VEJA COMO FUNCIONA A VACINAÇÃO EM SINOP

Em Sinop, a vacinação contra a gripe ocorre de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde, são elas:

  • MARIA VINDILINA  II
  • PRIMAVERAS
  • GENTE FELIZ
  • CIDADE JARDIM
  • ALTO DA GLÓRIA
  • AMÉRICA
  • CAMPING CLUB
  • SÃO FRANCISCO
  • BOA ESPERANÇA
  • NAÇÕES
  • SÃO CRISTÓVÃO
  • SABRINA
  • E NO CIAMS (antiga farmácia Jacarandás), das 6h às 18h.

No entanto, vale lembrar que algumas vacinas são contraindicadas para quem tem alergia severa a ovo. Portanto, além de ser vacinado, é fundamental ficar atento para quais devem ser tomadas. 

O Ministério da Saúde tem um calendário de vacinação específico para recém-nascidos e crianças, bem como para pré-adolescentes e adolescentes, adultos, idosos; e ainda para gestantes. Verifique com a UBS do seu bairro.

ALGUNS MITOS E VERDADES SOBRE VACINAS

  • Quem é saudável não precisa se vacinarMITO – O imunizante serve justamente para que as pessoas continuem saudáveis e livres de infecções.
  • Existem vacinas que precisam ser renovadas de tempos em temposVERDADE – É o caso, por exemplo, da que protege contra tétano e difteria, que exige um reforço a cada dez anos.
  • Não há evidência de que as vacinas sejam seguras e eficazesMITO – Para serem aprovadas, elas são estudadas em milhares de voluntários e são exigidos resultados satisfatórios.
  • É perigoso tomar várias vacinas de uma vezMITO – Com raras exceções, não há risco nenhum em adotar essa estratégia. O sistema imune não fica sobrecarregado.

Em resumo, VACINAS SALVAM VIDAS! NÃO DEIXE NINGUÉM TE CONVENCER DO CONTRÁRIO.


Na última semana, após a repercussão da recomendação do Governo do Estado, muito se perguntou: Sinop terá lockdown para conter o coronavírus? Particularmente essa é uma medida que não quero adotar, mas se for preciso fechar, iremos fechar.

Estamos fazendo todos os tipos de alertas possíveis, buscando sempre equilibrar Saúde e Economia, pois acredito na força do trabalho e entendo que o sinopense precisa trabalhar.

No entanto, pela irresponsabilidade de outros, a doença segue avançando em Sinop.

DE QUEM É A CULPA?

DE TODOS NÓS! Estamos com muitos moradores ainda achando que esse vírus é brincadeira e há relatos de pessoas com suspeita da doença circulando pela cidade. Mesmo avisados que é necessário o período de isolamento, sem consciência alguma dos riscos que oferecem, vão nas casas dos parentes, andam nas ruas…

Por mais que pedimos, não estão obedecendo.

Assim, medidas mais drásticas começam a ser pensadas para que a gente possa sair da classificação de alto risco de contaminação. Ouvimos a população e alinhados com os empresários, Ministério Público e Entidades, determinamos o Toque de Recolher, com o objetivo de limitar a circulação de pessoas por um período.

Analisamos diariamente o cenário e caso não mude…

Sinop terá lockdown para conter o coronavírus!

Seguimos para seis meses com a Covid-19 em nossas vidas. Os números continuam aumentando e em Mato Grosso, segundo projeções da UFMT, seguiremos em crescente até setembro. Portanto, em Sinop, fiscalização e responsabilidade são deveres de todos nós.

Entendam que as medidas de flexibilização foram em busca do equilíbrio, para que nossa cidade não precise parar diante dessa nova realidade. No entanto, caso os números continuem aumentando, serei obrigada a tomar medidas mais enérgicas e sei que isso vai impactar a todos, inclusive em você que segue indo aos bares, caminhando sem máscaras, não tomando os devidos cuidados.

Não é isso que queremos, mas a Saúde é nossa prioridade. Então, respondendo a pergunta: sim, Sinop poderá ter lockdown para conter o coronavírus!

Em primeiro lugar, AMAR não é aceitar tudo. Aliás: onde tudo é aceito, desconfio que há falta de amor (Vladimir Maiakóvski). Não romantize os maus-tratos. Se ele te bate, não é amor, é violência.

Amar alguém é uma sensação incrível, mas não podemos, e nem devemos, suportar tudo em nome desse “amor”!

No começo, as relações parecem perfeitas, dignas de um conto de fadas, com direito ao “felizes para sempre”, e, de modo silencioso, o ser amado começa a impor limites que antes não existiam.

“Pra onde você vai?” “Que horas você volta?” “Pra que essa roupa?”

É possível que você tenha aqui uma relação tóxica. Isto é, um parceiro que não consegue mais deixar você ser simplesmente você. Ou seja, passa a exigir que você se adeque ao que ele pensa.

Você ignora o fato e dia após dia, as agressões que antes eram veladas e de cunho psicológicos, se tornam frequentes e sem pudor.

“Você é burra” “Cala a boca” “Fala baixo” “Vou quebrar sua cara, experimenta me desobedecer”

Eu sei, você suporta isso porque não consegue enxergar um futuro com outra pessoa. Neste momento, você não consegue saber o seu valor. Todos os dias eu converso com mulheres que enfrentam isso em seus lares. Com o coronavírus isso se agravou. Precisamos pensar para além disso.

Embora, a gente seja ensinada a buscar alguém para passar uma vida, entenda que amar esse alguém não é tolerar tudo, acreditar nisso é um erro. Você não está sozinha. Se ele te bate, não é amor, é violência.

Se você leu esse texto até aqui e se identificou com algo semelhante, por favor, primeiramente, mantenha a calma! Essa sensação que você está sentido agora é a sua consciência te mostrando a verdade. Você pode escrever um nova história.

COMO SAIR DE UMA RELAÇÃO TÓXICA?

Não é fácil. Quando visito as unidades do CRAS e CREAS e escuto os relatos das mulheres, vejo que muitas sequer admitem o fato. Assim:

  • O primeiro passo é se dar conta disso. Se essa relação te machuca, não é amor.
  • O segundo passo é se valorizar. Buscar alternativas para recuperar sua autoestima e reconhecer o quanto você é forte e capaz de dar a volta por cima.
  • O terceiro passo é a independência, principalmente, a emocional.  Você é capaz de executar os seus planos, realizar seus sonhos e ter uma vida mais feliz.

Em um relacionamento a RECIPROCIDADE É O MELHOR CAMINHO. Se isso não existir, por favor, não se demore ali. Repita isso, de preferência de frente a um espelho.

MAS ELE ME BATE, NÃO CONSIGO SAIR DESSA SITUAÇÃO. O QUE DEVO FAZER?

Em Sinop, a denúncia de violência contra a mulher pode ser feita na Delegacia da Mulher, ou em qualquer delegacia, com o registro de um boletim de ocorrência.

Você pode ligar para a Central de Atendimento à Mulher no número 180. A denúncia é anônima e gratuita, disponível 24 horas, em todo o país.

Procurar uma das quatro unidades do CRAS ou CREAS e buscar orientação, auxílio e proteção.

ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES

De modo permanente a campanha Sinop Livre de Violência Contra Mulher busca a mobilização, para que assim possa haver a conscientização e, por consequência, a erradicação desse mal, para que não aconteça mais nenhuma agressão contra as mulheres de Sinop.

A proposta é discutir o tema com a população, uma vez que a violência contra a mulher é uma chaga da sociedade brasileira, uma triste realidade que precisa ser enfrentada.

A segurança pode ser uma responsabilidade do Estado, mas as mulheres são uma questão de vida e respeito.

SE ELE TE BATE, NÃO É AMOR, É VIOLÊNCIA!

Com o aumento diário dos casos confirmados da Covid-19 em nossa cidade e a maneira como a falsa ilusão de normalidade se instalou em nosso município, seguimos buscando alternativas para conter o avanço da doença. Assim, o toque de recolher em Sinop surge como uma opção.

Ouvir você, cidadão sinopense, sempre foi uma das minhas bandeiras.

Embora esta medida [toque de recolher] divida opiniões, neste momento, ela se faz necessária. Portanto, alinhados com Ministério Público e Entidades, definimos algumas medidas que precisam ser adotadas:

  • Todo comércio sinopense fecha suas portas às 21h30
  • Toque de recolher tem início às 22:30 e segue até às 5h
  • Aulas de faculdades que estão ocorrendo de modo presencial estão suspensas

    Tais medidas se aplicam, também, aos trabalhadores informais.

O espaço de tempo (uma hora) entre o fechamento do comércio e o toque de recolher é para que o trabalhador possa se deslocar do seu local de trabalho e chegue até sua casa, ou seja, com tempo hábil e em segurança.

Essa é uma RESPONSABILIDADE DE TODOS NÓS!

A medida entra em vigor a partir desta sexta-feira, 19 de junho, e segue até o dia 5 de julho, quando novamente avaliaremos o cenário, isto é, verificaremos a necessidade ou não de medidas mais drásticas. Por isso, é muito importante que todos cumpram o toque de recolher em Sinop.

Existem exceções?

Sim, existem. Trabalhadores que atuam nas seguintes áreas:

  • Tratamento e abastecimento de água;
  • Captação e tratamento de esgoto e lixo;
  • Geração, transmissão e distribuição de energia elétrica e gás;
  • Postos de combustíveis, com exceção de suas lojas de conveniência;
  • Assistência médica e hospitalar;
  • Clínicas veterinárias, clínicas odontológicas e clínicas médicas em regime de emergência;
  • Distribuição e comercialização de medicamentos e laboratórios clínicos;
  • Funerários e serviços relacionados;
  • Telecomunicações;
  • Processamento de dados ligados a serviços essenciais;
  • Segurança privada;
  • Serviços de taxi e aplicativo de transporte individual remunerado de passageiros;
  • Imprensa;
  • Profissionais da área fim da Saúde;
  • Servidores públicos das áreas de fiscalização das Secretarias Municipais de Meio Ambiente, Mobilidade Urbana e Ordem Pública, quando em pleno exercício da função;
  • Setor de hotelaria.

Estamos pedindo: cumpram o toque de recolher e façam uso das medidas preventivas.

Portanto, se TODOS colaborarmos, em breve, poderemos flexibilizar as medidas e encontrar maneiras de conviver com esta ameaça que vem ceifando vidas e, até que se encontre uma forma permanente de controle,  ainda permanecerá em nosso meio.

Ainda tem dúvidas, isto é, precisa de mais informações sobre o assunto?! Você pode assistir na íntegra a transmissão da LIVE realizada na página da Prefeitura de Sinop no Facebook.

Live com a prefeita Rosana Martinelli

Posted by Prefeitura de Sinop on Wednesday, June 17, 2020

Uma união de esforços – essa frase define bem nossas ações no enfrentamento da Covid-19 em nosso município. A mais recente delas é o Hospital de Campanha que está sendo montado – entenda sua importância para Sinop.

Porque precisamos dele?

Todos os países, incluindo o Brasil, estão realizando um grande esforço e preparando novos espaços para o tratamento da Covid-19, ou seja, buscando alternativas para otimizar o tratamento e conter o avanço da doença. Em Sinop, são leitos que estão aptos a receber pacientes que necessitem de enfermaria.

A iniciativa tem por objetivo dar suporte tanto a Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h), quanto ao Hospital Regional que realizam a triagem, atendimento e tratamento de pacientes com suspeitas e/ou confirmação da Covid-19.

Na Saúde, estamos fazendo a nossa parte.

O Hospital de Campanha localiza-se no bairro Jardim Primaveras, em um prédio reformado para atender as necessidades do espaço. São novos leitos, adquiridos com recursos do Governo Federal para ações de enfrentamento à pandemia.

Vale lembrar que a triagem continua sendo realizada na UPA e nas UBS’s do município

Por isso, em Sinop, quatro Unidades Básicas de Saúde são referência para o atendimento de casos gripais, ou seja, são equipadas para atender os possíveis casos. Como resultado, todas essas unidades atendem de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, sem intervalo para o almoço.

Ok, entendi, mas de onde vem os recursos para o Hospital de Campanha?

A instalação do Hospital de Campanha em Sinop foi viabilizada a partir de recursos oriundos do Governo Federal e tem grande importância para o enfrentamento da Covid-19. O município recebeu R$ 696 mil.

Como foram utilizados?

Na compra de 40 camas, encaminhadas também a UPA 24h, além de 15 poltronas de soroterapia, 14 torpedos de oxigênio, 14 fluxômetros, medicações, materiais de EPI, testes rápidos para coronavírus e móveis planejados para o local.

#SAÚDE . Hospital de Campanha para atendimentos de Covid-19 é montado em Sinop.Unidade deve entrar em funcionamento em 15 dias.Veja aqui 👉🏿 https://sinop.me/REPHN reportagem completa e entenda como será o atendimento de pacientes de Covid-19.#saude #hospitaldecampanha #sinopcontraocorona

Posted by Prefeitura de Sinop on Monday, June 15, 2020

Certo, e em caso de suspeita de Covid-19, o que devo  fazer?

Diversos serviços públicos fazem, por telefone, o atendimento da população, prestando, acima de tudo, assistência a você, cidadão!

  • (66) 9994-8575 – Atendimento 24h
    (apenas aplicativo Whatsapp, não recebe ligações)
  • (66) 3533-3250/3533-3254 – Universidade Federal do Mato Grosso.
    Atendimento de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h

Além disso, nestes números de contato, você recebe orientações sobre a doença, ou seja, pode tirar dúvidas sobre sintomas, prevenção e como proceder para receber atendimento, por exemplo.

Veja alguns outros textos que podem te auxiliar:
LEITOS DE UTI EM SINOP: QUANTOS TEMOS DISPONÍVEIS PARA COVID-19?
COVID-19: EM SINOP, FISCALIZAÇÃO E RESPONSABILIDADE SÃO DEVERES

Seguimos para seis meses com a Covid-19 em nossas vidas. Os números continuam aumentando e em Mato Grosso, segundo projeções da UFMT, seguiremos em crescente até setembro. Portanto, Covid-19: em Sinop, fiscalização e responsabilidade são deveres de todos nós.

Desde o inicio, nossas ações têm sido compartilhadas, ou seja, ouvimos sempre a sociedade buscando equilibrar o impacto em todos os setores. Com a pandemia não foi diferente.

Reforçamos diariamente o pedido aos empresários e toda população: redobrem os cuidados.

Alinhados com o Ministério Público e Entidades, como ACES e CDL, buscamos traçar estratégias que possam nos ajudar a salvar vidas e empregos. Entre nós há um consenso – precisamos do rigor nas fiscalizações, principalmente no que diz respeito às aglomerações e ao uso frequente de máscaras.

E é ai que contamos com que VOCÊ FAZ A SUA PARTE, CIDADÃO!

Covid-19: fiscalização e responsabilidade são deveres de todos nós.

Entendam que as medidas de flexibilização foram em busca do equilíbrio, para que nossa cidade não precise parar diante dessa nova realidade. No entanto, caso os números continuem aumentando serei obrigada a tomar medidas mais enérgicas e sei que isso vai impactar a todos, inclusive em você que segue indo aos bares, caminhando sem máscaras, não tomando os devidos cuidados.

Portanto, nos ajude a fiscalizar. Se ver um estabelecimento descumprindo as regras fale com o gerente, demonstre sua insatisfação. Caso não resolva, denuncie.  A Polícia Militar e Guarda Civil estão prontas para te auxiliar.

Mas, antes de denunciar, veja se você também está fazendo a sua parte.

  • Jovem, precisa mesmo se aglomerar e fazer festas?! Eu sei que agora parece algo distante e, talvez, você só sinta a gravidade quando a Covid-19 estiver mais perto de você, sua família, parentes e amigos.
  • Pais, conversem com seus filhos, precisamos fazer o alerta de modo mais incisivo. O diálogo pode nos aproximar e juntos aumentarmos os cuidados. Nos protegendo.
  • Empresários, vocês sabem o quanto o assunto é serio e medidas mais drásticas irão prejudicar a todos. Faça sua parte! No que diz respeito a Covid-19: fiscalização e responsabilidade em Sinop são deveres de todos nós.

Flexibilizar a abertura dos estabelecimentos foi um pedido seu, cidadão! E eu atendi.

A responsabilidade do cumprimento das medidas é um dever de todos nós. A fiscalização têm atuado em três etapas. A primeira foi de orientação, a segunda de autuação e a terceira é a multa. Muitos locais já foram multados e, em caso de reincidência, adotaremos uma quarta etapa: serão fechados.

Não é isso que queremos, pois sabemos que dali muitas famílias tiram seu sustento. Porém, a Saúde é nossa prioridade. Fiscalização e responsabilidade são deveres de todos nós.

Com a pandemia da Covid-19, uma pergunta nos é frequente – leitos de UTI em Sinop: quantos temos disponíveis?  Veja qual o cenário até junho de 2020.

Desde o anúncio de um novo vírus circulando na sociedade, determinamos um conjunto de medidas visando o enfrentamento do Covid-19 e sua proliferação no município. Buscando equilibrar a Saúde e a Economia.

Infelizmente, mesmo com toda fiscalização e ações sendo desenvolvidas, boa parte da população não se cuidou e os números têm aumentado frequentemente. Os leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) passaram a ser ocupados.

Em todo Brasil a falta de leitos tem sido um agravante, portanto, uma realidade não só de Sinop. O Hospital Regional foi classificado como referência para o tratamento da Covid-19, por isso,  atende pacientes não só do município, mas, como o nome já diz, de toda região.

Mas, afinal – Leitos de UTI em Sinop: quantos temos disponíveis para Covid-19?

Vale lembrar que estes números incluem as unidades de Terapia Intensiva nos hospitais públicos e que atendem via Sistema Único de Saúde (SUS).

  • Ainda no mês de Maio, com os números de pacientes graves crescendo, 60% dos leitos de UTI, dedicados exclusivamente para tratamento da Covid-19 já estão ocupados, ou seja, dos 10 disponíveis 6 já estão sendo usados.
  • Em junho, o Governo do Estado abre 10 novos leitos para a UTI do Hospital Regional de Sinop. Com isso a unidade passa a ter 20 leitos de Terapia Intensiva exclusivos para o tratamento da covid-19.
  • A disponibilidade dos leitos de UTI é dinâmica e vai se tornando maior ou menor a medida que os casos graves ocorrem. Na data da publicação deste texto, 12 de junho, dos 20 leitos, 14 estão ocupados, ou seja 70% da capacidade total.

Expectativa

Ainda em Abril, recebemos a informação que, gradativamente, foi autorizado ao Instituto Gerir, responsável pela gestão do Hospital Regional de Sinop, a abertura de mais novos leitos e a expectativa é de que até o mês de julho a unidade esteja operando com a sua capacidade máxima de leitos.

Reforço o pedido

Sigam as medidas já decretadas para que medidas mais drásticas não precisem ser tomadas prejudicando aqueles que estão agindo corretamente. Entenda que você pode estar prejudicando não só você, mas também sua família, amigos e seu emprego ao não se cuidar.

Veja alguns outros textos que podem te auxiliar:
Números que você precisa saber e quando usá-los
Tenho um pedido que não pode ser ignorado

Embora ainda ocorra algumas dúvidas, doar sangue é muito mais simples e mais importante do que você imagina. Doe sangue – neste momento, tem alguém precisando de você!

 Este é um momento delicado, onde a solidariedade é um fato importante. Precisamos praticar a empatia, por exemplo. Eu sou doadora há muitos anos, portanto, executo esse gesto com frequência. E mais importante, doe sangue – alguém está precisando de você!

De acordo com as orientações do Ministério da Saúde;

VOCÊ  PODE DOAR SE, EM PRIMEIRO LUGAR:

  • Estiver em boas condições de saúde
  • Ter entre 16 e 69 anos
  • Ter mais que 50 quilos
  • Estiver alimentado, mas não ingerir alimentos gordurosos antes da doação

O QUE IMPEDE TEMPORIAMENTE A DOAÇÃO DE SANGUE

  • Não atender aos requisitos anteriores descritos acima, por exemplo;
  • Gripe, resfriado e febre – aguardar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas;
  • Estiver grávida;
  • Período pós-gravidez – 90 dias para parto normal e 180 dias para cesariana;
  • Amamentação –  até 12 meses após o parto;
  • Ingerir bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação;
  • Tatuagem e/ou piercing nos últimos 12 meses
  • Extração dentária – 72 horas;
  • Transfusão de sangue: – 1 ano;
  • Vacinação – o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina;
  • Exames/procedimentos com utilização de endoscópio nos últimos 6 meses;
  • Ter sido exposto a situações de risco acrescido para infecções sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses após a exposição)
  • Se você tem parceiros sexuais múltiplos

QUAIS SÃO OS IMPEDIMENTOS DEFINITIVOS PARA DOAÇÃO DE SANGUE

  • Ter passado por um quadro de hepatite após os 11 anos de idade;
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue:  Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas;
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis;
  • Malária

ALGUMAS CURIOSIDADES SOBRE A DOAÇÃO DE SANGUE

  • Doar sangue pode salvar até quatro vidas ao mesmo tempo?
  • A cada doação 450 ml são coletados e utilizados em diversos tratamentos
  • Infelizmente, menos de 2% da população brasileira realizam a doação. Os bancos de sangue brasileiros sempre operam no limite.
  • O sangue é rapidamente absorvido pelo organismo. Todo sangue doado volta para o seu corpo em aproximadamente 24h
  • Doar sangue não é demorado, o procedimento leva em média 60 minutos.
  • Quem tem tatuagem pode doar sim. Só precisa esperar um ano, margem de segurança

ACHOU LEGAL?  SE INTERESSOU EM DOAR? ENTÃO SAIBA COMO FAZER.

Em Sinop, temos a Unidade de Coleta e Transfusão de Sangue de Sinop (UCT), que, por conta da pandemia da Covid-19, está com estoque de sangue reduzido e neste momento, tem alguém precisando de você!

Portanto, neste período a  unidade de coleta está se organizando por meio agendamentos, que podem ser realizado via telefones (66) 3531-7325 e (66) 9 9292-2634. O procedimento será realizado de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h.

Concluindo, é necessário levar documento com foto, CEP atualizado e cartão SUS. 

Estamos atuando diariamente para o combate ao novo coronavírus e controle da COVID-19, nome da doença causada pelo vírus.

As iniciativas buscam reduzir a possibilidade de contágio, além de ações para assegurar atendimento a pacientes e para economia do município.

Lembramos, ainda, que as medidas anunciadas referem-se a espaços de responsabilidade do Município, além de recomendações que envolvem profissionais públicos e do setor privado.

Acompanhe a linha do tempo com as principais ações desenvolvidas por nossa gestão no combate ao coronavírus:

  1. 17/03/2020Anunciamos medidas de prevenção e enfrentamento ao Covid-19 em Sinop
  2. 18/03/2020Combatemos duramente a propagação de Fake News na guerra contra o coronavírus
  3. 18/03/2020Disponibilizamos cartilha orientativa do Ministério da Saúde sobre o Covid-19
  4. 20/03/2020 Restaurante Popular fornece marmitas e não para atendimento
  5. 20/03/2020Determinamos a mudança de prazos para pagamentos de IPTU e taxa de lixo
  6. 21/03/2020Decretamos situação de emergência em Sinop
  7. 24/03/2020Em parceria com universidade e colaboradores criam canais para comunicação direta com a população
  8. 24/03/2020Mantemos a entrega de medicamentos de alto custo
  9. 30/03/2020Apoiamos a estruturação de ala com UTI para pacientes com Coronavírus
  10. 02/04/2020Entregamos novas viaturas para Guarda Civil Municipal
  11. 05/04/2020Fornecemos kit merenda para alunos em situação de vulnerabilidade
  12. 05/04/2020Emitimos decreto com medidas para educação, saúde, economia e demais áreas
  13. 06/04/2020Beneficiários do Bolsa Família em Sinop recebem álcool em gel
  14. 13/04/2020UPA implanta tenda para ampliar atendimento à pessoas com sintomas gripais
  15. 13/04/2020Na Assistência Social, disponibilizamos telefones para tirar dúvidas sobre auxílio emergencial
  16. 14/04/2020Em meio à pandemia do coronavírus, ação de combate à dengue não pararam
  17. 14/04/2020Prefeitura lança série de vídeos para praticar exercícios em casa
  18. 14/04/2020Sine oferta vagas de emprego através de plataforma digital
  19. 16/04/2020Prefeitura confecciona equipamentos para servidores da Assistência Social e Saúde
  20. 17/04/2020“O mínimo para alguns pode ser muito para quem necessita”, assim por meio da campanha Unir para Proteger arrecadamos alimentos para famílias carentes
  21. 17/04/2020Realizamos o acolhimento, promovendo dignidade a moradores em situação de rua
  22. 20/04/2020Com apoio das forças de segurança realizamos rondas de orientação por toda cidade
  23. 22/04/2020Na flexibilização do comércio, editamos decreto com medidas que permitiu o funcionamento, mas com restrições e orientações  a serem seguidas
  24. 22/04/2020Atingimos a meta de vacinação contra a gripe em idosos e profissionais da saúde
  25. 24/04/2020Realizamos a desinfecção na Avenida Júlio Campos e espaços públicos
  26. 27/04/2020Doação de 300 quilos de alimentos e álcool em gel para a Apae
  27. 27/04/2020Desinfecção biológica é feita em 5 postos de saúde
  28. 27/04/2020Sine retoma atendimento presencial
  29. 28/04/2020 – Orientações sobre o uso obrigatório de máscaras
  30. 28/04/2020Postos de Saúde atendem exclusivamente pacientes com sintomas gripais
  31. 29/04/2020Prefeitura apresenta planejamento para retomada de atividades escolares
  32. 29/04/2020Procon percorre comércio para monitorar e orientar uso de máscaras
  33. 29/04/2020Assistência Social repassa 500 frascos de álcool gel para Educação
  34. 30/04/2020Guarda Civil Municipal auxilia na distribuição de máscaras em Sinop
  35. 30/04/2020Prefeitura repassa ao Lar do Idosos máscaras de acetato e aventais doados por artesão
  36. 01/05/2020Prefeitura vacina e doa máscaras para caminhoneiros em postos de combustíveis
  37. 02/05/2020Na Educação, é retomada,  a volta gradativa de aulas com medidas de segurança
  38. 04/05/2020No órgão municipais, atendimento ao público é retomado com todas as medidas de segurança recomendadas
  39. 04/05/2020Campanha para vacinação de 800 caminhoneiros
  40. 06/05/2020Projeto “Unir para Proteger” aumenta a arrecadação de alimentos
  41. 07/05/2020Reafirmamos a parceria com empresários em prol da saúde e valorização do comércio
  42. 07/05/2020Disponibilizamos cartilha sobre novo coronavírus
  43. 07/05/2020Instalação de tendas para pessoas que aguardam auxílio emergencial na fila da CEF
  44. 08/05/2020Intensificamos os protocolos de segurança e saúde em escolas municipais
  45. 09/05/2020Entrega de álcool gel e máscaras para famílias em vulnerabilidade social
  46. 11/05/2020Entrega de mais de 4 mil kg de alimentos arrecadados
  47. 13/05/2020Disponibilizamos conteúdo orientativo a servidores
  48. 14/05/2020Decreto 105/2020: realização de palestras corporativas, treinamentos e mentorias
  49. 14/05/2020Projeto MusicArte: lives para arrecadar alimentos para classe artística
  50. 15/05/2020Vacinação de militares no 11° Batalhão da PM
  51. 22/05/2020Criação de posto de coleta especifico para COVID-19
  52. 23/05/2020Medidas de fiscalização mais rígidas em Sinop
  53. 26/05/2020Fiscalização segue em comércios noturnos
  54. 29/05/2020Vacinação de garis
  55. 29/05/2020Aquisição de camas e colchões para UPA e Hospital de Campanha
  56. 30/05/2020Adiamos o retorno das aulas na rede municipal de ensino
  57. 02/06/2020Vacinação de pessoas em situação de rua
  58. 03/06/2020Renegociação de empréstimos consignados de servidores
  59. 04/06/2020Esclarecemos a metodologia de divulgação de dados
  60. 05/06/2020Proibimos quaisquer atividades após a meia noite
  61. 08/06/2020Intensificamos a desinfecção biológica na cidade
  62. 08/06/2020Aplicamos multas em que descumpriu o decreto
  63. 10/06/2020 – Escolas Municipais recebem termômetros, oriundos de parceria com a UHE Sinop
  64. 10/06/2020Alinhamento das ações com o MP e entidades

Quando nos deparamos com uma situação real de urgência, reclamação ou solicitação de serviços, por exemplo, a solução pode vir pelo telefone. Portanto, criamos este artigo – Sinop: números que você precisa saber e quando usá-los

Diversos serviços públicos fazem, por telefone, o atendimento da população, prestando, acima de tudo, assistência a você, cidadão! Continue lendo para descobrir em Sinop tem números que você precisa saber, veja quando usá-los e quais os números e como eles podem te ajudar.

SUSPEITAS DE COVID-19

  • (66) 9994-8575 – Atendimento 24h
    (apenas aplicativo Whatsapp, não recebe ligações)
  • (66) 3533-3250/3533-3254 – Universidade Federal do Mato Grosso.
    Atendimento de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h

Nestes números de contato você recebe orientações sobre a doença, ou seja, pode tirar dúvidas sobre sintomas, prevenção e como proceder para receber atendimento.

DENÚNCIAS DE AGLOMERAÇÕES E EVENTOS

  • 153 – Guarda Municipal
  • 190 – Policia Militar
  • 0800 647 3310 – Ouvidoria Municipal
  • 66 9 9227-4551 – Zap da Ouvidoria funciona 24h, também para denúncias

As Forças de Segurança seguem atuando por toda cidade para garantir que as medidas determinadas em decreto sejam cumpridas. Mas, por outro lado, você também precisa fazer a sua parte. Análise a situação e veja quando usá-los.

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

  • 180 – Central de Atendimento à Mulher no Brasil
  • (66) 99662-9771 – Disk denúncia

Em primeiro lugar, precisamos te informar que os números mostram que as ocorrências durante a pandemia têm aumentado. Assim, caso você sofra ou presencie alguma situação: DENUNCIE!

TELEFONES DE EMERGÊNCIA

  • 193 – Corpo de Bombeiros
  • 190 – Policia Militar
  • 199 – Defesa Civil

QUEIMADAS

  • 0800 647 6900 – Disk denúncia
  • (66) 3531-3499 – Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

    Infelizmente, esta ação já está ocorrendo em nossa cidade. Portanto, ao flagrar tal crime, por gentileza, denuncie.

CONSELHO TUTELAR

  • 100 – Disk denúncia
  • (66) 9 9984-8156 – Plantão
  • (66) 3531-4722 – Sede do Conselho Tutelar

DEFESA DOS SEUS DIREITOS

  • 151 – Procon
  • 146 – Receita Federal

Da mesma forma, confira ainda, outros telefones úteis disponíveis para você

ATENÇÃO: pedimos que não passe trotes para os serviços disponibilizados. Com o trote, você está tirando o direito de outra pessoa receber o auxílio que esteja realmente precisando. No mais, passar trote é crime.

 “Apesar de você, amanhã há de ser outro dia…”

Como gestora, no enfrentamento da Covid-19, estou em busca do equilíbrio entre o que posso e devo fazer, entre uma cidade com casos controlados e uma economia que se mantenha estável, mesmo diante do pior cenário.

Mas isso, não depende apenas de mim, mas, também, de você!

Reforço que estou preocupada com o aumento de casos da COVID-19 em nossa cidade e peço, por favor, não pense que sinto desprezo pela vida.

Quando as primeiras suspeitas desse inimigo silencioso chegou até nossa cidade, assim como todos os governantes, busquei as orientações do Ministério da Saúde. Naquele momento como medida emergencial decretei que todo o comércio fosse fechado e as pessoas ficassem em casa.

Em poucos dias as reações de vocês foram muitas, na maioria das vezes agressivas, taxativas, de que precisavam trabalhar e que, caso não reabríssemos o comércio, famílias passariam fome e o desemprego iria devastar nossa cidade.

A pressão vinha de todos os lados

Pois bem, após quatro dias, consultando especialistas e o Comitê de Situação criado para debater as ações de enfrentamento, liberamos para que o comércio reabrissem suas portas, seguindo as novas medidas de segurança decretadas.

O fato é que a grande maioria dos sinopenses não estão colaborando, não entenderam a gravidade da situação e que a flexibilização do comércio não foi o uso indiscriminado dos espaços, muito menos a liberação de aglomeração em bares e festas, mas foi a busca pelo equilíbrio entre salvar vidas e empregos.

Alguns empresários, comerciantes e você cidadão, não estão respeitando o que pedi a vocês. Dei o meu voto de confiança e, como gestora, atendi ao que me pediram.

Sigam as medidas já decretadas para que eu não precise tomar medidas mais drásticas prejudicando aqueles poucos que estão agindo corretamente. Entenda que você pode estar prejudicando não só você, mas também sua família, amigos e seu emprego ao não se cuidar.

Lamento pelas mortes, sinto muito por cada família. A Covid-19 está chegando próximo a nós. E talvez, infelizmente, você só sinta a gravidade de tudo isso quando for tarde demais, quando a dor se aproximar de você e se tornar um rosto conhecido seu… “Apesar de você, amanhã há de ser outro dia…”

Quando meu pai saiu do quarto, olhou fixo em meus olhos e me disse para ajudar minha mãe, porque faríamos uma longa viagem, na minha inocência de criança, jamais imaginei ser esta a maior e mais importante mudança em minha vida, que me faria entender que sou movida a desafios e ser mulher é o maior deles.

MUDANÇAS…

O ano era 1973, depois de dias na estrada, lembro-me de chegar a este destino e só ver floresta, árvores por todos os lados e muito espaço para brincar. Eu tenho muito orgulho desse pioneirismo, dessa ousadia do meu pai, de acreditar na clareira aberta no meio da Amazônia. Ele acreditou e trouxe a família. Que orgulho e sorte eu tenho.

Fui crescendo e vendo a cidade crescer junto comigo. Comecei a trabalhar muito cedo, depois me casei com Osmar Martinelli. Recém casada, o Osmar já participava da vida politica de Sinop, pois o meu esposo sempre foi atuante. Eu tinha um trabalho de bastidor, junto com ele, com as entidades, enfim, um trabalho comunitário. Sinop tem essa raiz de união. Desde cedo, nos unimos para conseguir o desenvolvimento do município.

Desafios…

Em minha vida pessoal, tive outros desafios, entre eles a doença do meu marido. Porém, quando o Osmar ficou doente, eu já estava acostumada a trabalhar junto com ele no setor madeireiro, na fazenda, então a vida continuou, eu assumido toda a direção dos negócios.

O Osmar já está há 16 anos, ele não fala, ele não anda, mas eu agradeço todos os dias que ele tá aqui comigo. Ele me deu a oportunidade de estar ao lado dele. Então eu pude aprender a trabalhar, desenvolver. Me perguntam, mas Rosana, porque esse lado politico? Eu acho que seja esse lado pioneiro, de gente que gosta, que ama a cidade. Essa cidade faz parte da minha vida.

Sinop é um grande desafio, não me arrependo. É uma experiência, muito produtiva. É uma satisfação, porque a gente vive Sinop. Tudo que a gente tem tá aqui, é diferente. Nós não somos aventureiros. Então eu não me arrependo de ter essa responsabilidade. Vejo no entanto, como maior desafio, SER MULHER.

Sou mulher!

Ser mulher em um espaço que ainda põe a prova dia a dia a nossa capacidade. Eu fui a primeira mulher a ser secretária de Indústria e Comércio, na Acrinorte fui a primeira mulher a participar da diretoria, também estou sendo a primeira mulher prefeita.

O que me deixa triste é ver que a todo momento, nós mulheres, temos que provar que somos capazes. Sou forte, determinada, corajosa, uma mulher de fé e assim eu quero permanecer trabalhando com a sociedade e seguir avançando. Quem pouco me conhece me subestima, não sabe que sou movida a desafios e ser mulher é, definitivamente, o maior deles.

Pessoal, insisto hoje em um pedido que não pode ser ignorado: reforcem os cuidados para evitar a contaminação por Coronavírus!

Em primeiro lugar, esse pedido, que não pode ser ignorado, vale para todos. Precisamos que os empresários continuem fazendo sua parte. Para aqueles que não estão cumprindo as medidas, por gentileza, adotem ações constantes e mais rigorosas de desinfecção de seus estabelecimentos, permitindo o distanciamento mínimo e disponibilizando máscaras e produtos de higienização. Cuidando, assim, dos seus colaboradores e clientes.

E para a população com um todo, FAÇA SUA PARTE!

Sigam as medidas já decretadas para que eu não precise tomar medidas mais drásticas prejudicando aqueles poucos que estão agindo corretamente. Entenda que você pode estar prejudicando não só você, mas também sua família, amigos e seu emprego ao não se cuidar.

Insisto neste pedido, que não pode ser ignorando, com ampliação dos cuidados, porque estamos preocupados com os número de casos de Covid-19 na nossa cidade, conforme boletim epidemiológico que disponibilizamos diariamente – e com muita transparência – nas nossas redes sociais e site oficial de nosso município.

Muitos leitos de UTI já estão ocupados – a maioria de casos de fora de Sinop, enviados para o nosso sistema de saúde pelo Governo do Estado, já que somos cidade polo dessa região, mas esse aumento da ocupação dos leitos hospitalares e o aumento do número de casos são alertas consistentes que estamos monitorando com muita atenção e responsabilidade.

E é em nome da responsabilidade que – mais uma vez – insisto: REFORCE OS CUIDADOS.

Se a gente não redobrar esses cuidados, vamos ter que adotar – novamente – medidas de contenção. Medidas que flexibilizamos em nome da confiança que deposito no povo de Sinop, para preservar empregos e nossa economia. Sempre disse, porém, que a vida seria prioridade máxima e que voltaríamos a adotar medidas de restrição caso o panorama fosse alterado.

Portanto, para evitar que cheguemos a isso, é que insisto hoje: se cuidem. Redobrem a atenção em relação as medidas de proteção sanitárias.

Cuidando de você, cuidamos de todos.

Estar à frente de uma das maiores cidades do Estado de Mato Grosso é uma grande responsabilidade, que vem acompanhada de desafios diários, orgulho e muito amor por este lugar.

A Sinop que eu quero é a mesma que você quer, sinopense

Sou pioneira, acompanhei o início desta terra. Consigo sentir as lembranças, o cheiro da terra úmida em meio a floresta fechada, por exemplo. Além disso, já nas primeiras obras já sabíamos qual o objetivo daquele projeto: integrar o país por meio da construção de rodovias, ferrovias e outras modalidades para se facilitar o escoamento e distribuição das riquezas produzidas por nossa região.

Certamente, passados 46 anos de fundação e 41 de emancipação politica, em Sinop, tivemos seis gestores que contribuíram para o crescimento e fortalecimento deste espaço acolhedor. Hoje, a sétima pessoa a gerir esta cidade sou eu – uma mulher. A primeira mulher a ser prefeita desta cidade e isso ficará marcado para sempre em minha história. A Sinop que eu quero é a mesma que você quer, sinopense.

Rememorei estes fatos para falar com você que sigo determinada em avançar no trabalho realizado. Acima de tudo, tenho como um dos maiores desafios da nossa gestão ampliar a infraestrutura do município. Firmes, estamos desenvolvendo um dos maiores pacotes de obras que Sinop já viu!

“Assim como uma mãe espera ansiosa pelo seu filho, nós esperávamos por este asfalto”, frase que ouvi da dona Maria Sônia, moradora do bairro Jardim Conquista, que emocionada e com alegria nos olhos me contou como é ver seu bairro sendo asfaltado.

Ainda andando pelo bairro Jardim Conquista, ouvi do senhor Valdemar Pereira este depoimento:

“As máquinas estão na rua, dá pra ver que está sendo concretizado um sonho. Em breve vamos ter o asfalto aqui na rua.” São palavras assim que nos motivam.

As obras no Jardim Conquista já estão em execução, e teremos mais de 17,5 mil metros quadrados de asfalto.

O DESAFIO É GRANDE E ESTÁ EM ANDAMENTO

Neste momento temos obras ocorrendo, por exemplo, na estrada Jacinta, que irá beneficiar outros bairros, como o Jardim Ipiranga, Res. Maripá, São Cristóvão, Res. Lisboa, Res. Jaraguá Sul, Chácara de Lazer São Cristóvão I e II outras Chácaras e Industriais.

Depois disso, outra importante obra é a de pavimentação asfáltica, drenagem de águas pluviais, sinalização viária e passeio público com acessibilidade dos bairros Jardim Umuarama I, Setor Industrial Norte, Res. Brasília, Jardim Santa Mônica que está em andamento.

Enquanto isso, em execução, também, está a pavimentação asfáltica da Avenida Oscar Niemeyer que irá abranger melhorias nos bairros Res. Platini e a ligação da avenida dos Tarumãs ao Res. Bougaville.

A iniciar estão o asfaltamento de outros bairros, como Alto da Glória, Boa Vista, Jardim Santa Mônica e Brasília. Além destes teremos investimentos nas avenidas das Itaúbas, dos Tarumãs, Betel, Campo Verde, Distritos Industriais Norte e Sul,  jardim do Ouro, entre outros, com ciclovias, drenagem e fechamento de valas.

Resumindo, Quero ver essa cidade viva, gigante como sua história! A Sinop que eu quero é a mesma que você quer, sinopense!

#CuidoDeMim #CuidoDeTodos Em janeiro de 2020 fomos alertados que um novo vírus começou a se espalhar pelo mundo. Algo que parecia imaginável, atingiu a todos e a Organização Mundial da Saúde decretou uma pandemia. Pegos de surpresa, ficamos expostos, frágeis, vulneráveis. Tivemos que pensar e agir rapidamente para garantir a segurança de todos.

Aprendemos juntos a lidar com esta ameaça invisível que não escolheu idade, cultura, raça, religião e muito menos classe social. Aquilo que era diferença ficou de lado.

E é aqui, acima de tudo, que praticamos a empatia. Assista o vídeo abaixo

Todo trabalho honesto sustenta, honra e dignifica o ser humano. Feliz Dia do Trabalho!🥇🏆#diadotrabalhador #sinop #trabalhador #trabalho

Posted by Rosana Martinelli on Friday, May 1, 2020

Especialistas, de modo geral, definem “Empatia como a habilidade de perceber o outro. Significa ‘colocar-se no lugar do outro’, sentir suas emoções”. E a partir desta palavra os conceitos mudaram.  

Enquanto isso, prendemos que a informação é uma importante defesa contra a doença – compartilhar Fake News ou que não tenham comprovação cientifica atrapalha. Estamos construindo dia a dia, JUNTOS, a nossa proteção.

Encontramos o equilíbrio entre Saúde e Economia – flexibilizamos ambas as áreas, no entanto, com responsabilidade e compromisso por parte dos empresários, seguindo todas orientações do Ministério da Saúde e dos governos Estaduais e Federais. Além disso, a população tem entendido a necessidade de tais medidas. Nosso muito obrigado.

Tivemos a certeza que não estamos sozinhos: o sinopense é um povo solidário – as ações se espalham por toda cidade. Estamos fazendo a nossa parte e lembre-se: cuido de mim, cuidando, assim, de todos.

Portanto, seguimos, determinados com CORAGEM, amparados no AMOR DE DEUS que alimenta diariamente a nossa FÉ!

Grande abraço a todos!

“Descobri que a arte, a música e os detalhes são partes fundamentais da minha vida” escreve um usuário do Twitter. Descobrimos um novo elemento – MÚSICA E ARTE PARA NOS RECONECTAR.

Mesmo tendo passado quase seis meses ainda estamos nos adaptando. Os detalhes nos exigem atenção e muita coragem para decidir, por exemplo. Assim, nossas decisões são tomadas dia a dia. Analisando cada situação com cautela e responsabilidade. Durante a pandemia do coronavírus tivemos que nos reinventar, ou seja, sempre em busca do melhor para o sinopense.

Infelizmente, ainda não conseguimos liberar os eventos pelas condições que ficamos expostos, mas, por favor, lembrem-se de colocar-se no lugar do outro. A família de muitos artistas está passando fome! Portanto, estamos iniciando o projeto MusicArte – Música e Arte para nos reconectar – que consiste em Lives culturais temáticas para os artistas de Sinop. Isto é, tem por objetivo a arrecadação de alimentos para TODOS os artistas. Desde o cantor, até o dançarino.

 Na próxima segunda, no dia 18, iniciará o projeto e os artistas interessados em participar precisam procurar a Diretoria de Cultura para apresentar-se nas lives semanais de acordo com cada tema proposto naquele dia. Essa foi a alternativa que encontramos para ajudar essa categoria, embora outras ações estejam sendo estudadas.

Em resumo, como gestora, no enfrentamento da Covid-19, estou em busca do equilíbrio entre o que posso e devo fazer, entre uma cidade com casos controlados e uma economia que se mantenha estável, mesmo diante do pior cenário. Logo, repito, equilíbrio é a palavra de ordem.

 Temos que ser solidários e responsáveis uns com os outros.

Somos modelo e esperança para os que estão vivendo realidades conflitantes e dolorosas. São vocês que fazem meu decreto valer. Agradeço a todos que compreendem e atendem o decreto. Caso nossa situação mude, nossa conduta de flexibilização também mudará.

Aproveito a oportunidade e compartilho com vocês a bela canção do compositor açoriano Cristovám chamada “Vai Ficar Tudo Bem”.

Sairemos de tudo isso mais fortes. Buscando a Música e Arte para nos reconectar. Não desista de sua fé, não deixe sua luz desaparecer.

Deixo aqui um caloroso abraço!

A pandemia do novo coronavírus e controle da COVID-19, nome da doença causada pelo vírus, nos trouxe algo inédito: fez o mundo parar. O vírus nos parou e a gente se adaptou!

Um inimigo invisível que nos forçou a tomar medidas rápidas, as vezes drásticas, e em meio a tudo isso passamos a olhar detalhes que ante a correria do dia a dia nos passavam despercebidos – passamos a ter uma nova percepção da vida.

A informação correta, verificada e oficial se tornou fundamental.

Tivemos que aprender a lidar com esse inimigo que já tirou de nós muitas lágrimas pelos entes queridos.

Nos reinventamos em diversas áreas, reorganizamos prazos, agendas e aprendemos uma grande lição: nossa fragilidade humana é expressiva. Passamos a sentir falta do abraço, do afago, do carinho diário. Sentimos com mais força a necessidade de se comunicar, de dizer como nos sentimos.

A nossa gestão compartilhada se fez ainda mais presente. Criamos novas alternativas, demos suporte, orientação e realizamos fiscalização, mostrando que essa nova condição não escolhe cor, raça ou classe social. Assim, por meio de esforços conjuntos nossas Secretarias levaram prevenção, cuidados e dignidade aos menos favorecidos, cumprindo, portanto, seu papel com o cidadão.

Ampliamos a assistência ao sinopense, ofertamos formas de nos conectarmos, por meio de vídeos da Academia da Saúde, dicas de nutricionistas e informações vindas dos funcionários dos CRAS. Focamos no combate à pandemia sem esquecer de outras questões, como a dengue, por exemplo.

Portanto, como mãe, esposa, mulher e cidadã sigo exercendo a função de prefeita, um cargo que ocupo com muito respeito e orgulho. Por isso, temos analisado todos os cenários, checando números, seguindo recomendações, consultamos especialistas para equilibrar a tomada de decisões fazendo assim, que Sinop se mantenha produtiva, mas em segurança e com saúde.

Aqui reitero homenagens aos nossos servidores que estão se esforçando diariamente nesta guerra silenciosa, diante desse inimigo invisível. O vírus nos parou e a gente se adaptou!

Sigamos, meus amigos, com sorrisos e amor por detrás das máscaras, lavando com frequência nossas mãos, determinados em fazer deste momento uma chance de nos reinventarmos. Cuidando mais de si, cuidando de todos.

“Não há mal que sempre dure, nem bem que nunca se acabe”.

Um grande abraço!

A prefeita de Sinop, Rosana Martinelli, garantiu que a população do Alto da Glória, um dos bairros mais antigo da cidade, será beneficiada com pavimentação asfáltica, drenagem de águas pluviais e sinalização viária – pacote de obras lançadas pela gestão municipal, demandando investimentos de R$ 12,3 milhões.

A prefeita tem mobilizado sua equipe para desembaraçar os problemas com a empreiteira TCO, de Curitiba, contratada para a realização das obras, que foi notificada sobre a demora no início dos serviços e chegou a ter o contrato rescindido, mas suspendeu a decisão do município através de medidas judiciais.

Rosana Martinelli afirma, porém, que todos os esforços estão sendo empreendidos para que o impasse tenha um desfecho e as obras sejam rapidamente retomadas. Alto da Glória terá obras de pavimentação, drenagem e sinalização.

“O foco é garantir essas obras, tão necessárias, para os moradores do Alto da Glória”, afirmou a prefeita.

Ela acrescentou que o mais importante já está em curso – a determinação da gestão em dotar o Alto da Glória com as obras e a viabilidade financeira de executá-las. Alto da Glória terá obras de pavimentação, drenagem e sinalização.

O pacote de obras prevê asfaltamento, drenagem e sinalização de várias ruas e passeios públicos do bairro.

“São intervenções que vinham sendo negligenciadas há muito tempo, penalizando os moradores do Alto da Glória, e que agora estamos tendo a satisfação de transformar em realidade para mais de cinco mil sinopenses”, finalizou Rosana Martinelli.

 

Em meio aos 13 casos positivos de coronavírus registrados em Sinop até esta terça, 21 de abril de 2020, boas notícias surgem nesta batalha contra a doença: os primeiros casos de pacientes recuperados já são realidade e, até o momento, dez pessoas estão curadas do Covid-19. É o que aponta o último relatório técnico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

 

Na prática, mais de 69,2% dos pacientes infectados com o vírus em Sinop já são considerados livres da doença e podem retomar suas vidas e atividades profissionais, mediante adoção dos protocolos de saúde como higienização, uso de máscaras. “É uma vitória para a cidade a recuperação dessas pessoas, pois sabemos como ficar doente afeta toda a sua vida. Ainda mais quando tratamos do novo coronavírus”, afirma Rosana Martinelli, prefeita de Sinop.

 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os nove pacientes considerados curados são o secretário municipal de Saúde, Kristian Barros, 41 anos, outros dois pacientes homens, cinco mulheres e uma adolescente de 16 anos. Desde que seus exames deram positivo, o grupo, assim como os outros pacientes positivos, foi submetido ao isolamento domiciliar, intensificando o período de quarentena. Todos passaram a ser monitorados pela rede de Saúde municipal.

 

“Estamos implementando todas as políticas de prevenção ao coronavírus em Sinop. Sabemos que essa é uma luta coletiva e, é sempre válido lembrar que para cada pessoa recuperada significa uma vida preservada. A vida é o bem maior do cidadão e não mediremos esforços no sentido de preservá-la”, assegurou a prefeita Rosana Martinelli.

 

O mesmo relatório elaborado pela Saúde municipal mostra que até esta terça (21), 50 pacientes ainda aguardam resultado dos exames pelo Laboratório Central de Mato Grosso. 79 pacientes submetidos à avaliação apresentaram resultado negativo para Covid-19.

Trabalhar uma base sólida e comprometida para que todas as pontas do serviço público tenham respaldo na humanização. Uma estrutura construída ao longo de três anos de gestão da prefeita Rosana Martinelli em Sinop, e que hoje tem resultados práticos no atendimento de setores menos favorecidos do município, como a população em situação de vulnerabilidade.

 

Um modelo de atuação que permitiu à gestora desenvolver medidas emergenciais em uma situação totalmente inesperada, uma pandemia, momento pelo qual o mundo passa. Nesse caso, a base sólida diz respeito à estruturação dos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) que passaram a atuar num mapeamento mais detalhado da situação de vulnerabilidade de Sinop. “Ter dados mais fidedignos da real situação de pobreza ou extrema pobreza pela qual passam muitas famílias sinopenses nos proporcionou conseguir agir de forma pontual em uma situação totalmente inesperada. Ou seja, não nos amedrontamos, pois sabíamos exatamente como, onde e quando agir”, explica a prefeita, citando ações emergenciais já executadas, como a doação de cestas básicas.

Desde o início da pandemia, em meados de março de 2020, a atenção dos Cras se voltou, especialmente, a garantir alimento para pessoas em situação de vulnerabilidade. “Hoje temos cerca de 16 mil pessoas nessa condição e sabemos quais as necessidades de cada grupo, os de extrema pobreza, os de pobreza, os de baixa renda. Assim criamos soluções para cada um”.

Para moradores de rua a atuação tem sido no sentido de abrigar essas pessoas, alimentar, tratar (no caso de dependência química) ou auxiliar no retorno para casa (no caso de imigrantes). Já para as famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza, a atenção tem sido no sentido de garantir o sustento, com o repasse de cestas básicas. “Com a atuação do Cras no mapeamento dessas questões, pudemos identificar as necessidades de cada grupo, por exemplo quem é autônomo. Todos pegos de surpresa nessa pandemia e que, da noite para o dia, ficaram sem trabalho. Identificamos também como podemos atuar e quando é necessário o auxílio da comunidade. Para garantir essas cestas básicas, abrimos canais para receber doações de quem pode ajudar. Canalizando isso para quem precisa da ajuda. Um ciclo que só foi possível visualizar a partir do trabalho de mapeamento desenvolvido ao longo desses três anos”, explica Rosana Martinelli.

Nesse sentido, mais de duas mil cestas básicas já foram repassadas a esses grupos e dezenas de moradores de rua foram acolhidos e seguem sendo acompanhados pela Assistência Social, somente nesse último mês. “Obviamente que ações assim sempre foram realizadas nesses três anos. Porém, nesse período, elas foram reforçadas e os resultados estão sendo satisfatórios”, comenta, citando o projeto Unir para Proteger, lançado no final de abril.

Atualmente, o município tem aproximadamente 16 mil famílias inscritas no Cadastro Único do Governo Federal e, deste universo, cerca de 10% (1,6 mil) vive em estado de pobreza extrema e com renda per capita de até R$ 89. Já 2,5 mil famílias do município estão na classificação de situação de pobreza, com renda per capita de até R$ 178 e recebem o Bolsa Família.

Uma engrenagem formada por diferentes setores do Poder Executivo que faz girar uma gestão humanizada capaz de atuar em diferentes frentes do município. Uma metodologia de trabalho que permitiu à prefeita Rosana Martinelli identificar e atuar junto à comunidade escolar de Sinop durante esse período de pandemia.

Entre as ações de prevenção ao coronavírus, o fechamento das escolas foi extremamente necessário, tanto para proteger a saúde das crianças do ensino municipal quanto suas famílias, uma vez que, conforme apontam autoridades mundiais da saúde, as crianças podem ser potenciais transmissores da infecção sem, sequer, apresentar sintomas. É sabido que muitas crianças da rede municipal também contam com o lanche ofertado nas instituições para complementar a alimentação diária, já que muitas famílias estão em situação de pobreza ou extrema pobreza. Com a suspensão das aulas, por enquanto até o dia 30 de abril, muitas crianças tiveram sua realidade ainda mais agravada com a falta dessa alimentação.

Pensando nesse grupo necessitário de assistência social, a prefeita Rosana Martinelli determinou que fossem repassados kits de merenda para alunos da rede municipal em situação de vulnerabilidade. Ao todo, foram beneficiados 1,5 mil estudantes cujas famílias estão inseridas no programa social Bolsa Família e que receberam os produtos alimentícios sob a forma de cesta básica. Foram entregues 1,2 mil kits em Sinop.

O recebimento dos alimentos ficou condicionado à apresentação do Cartão do Bolsa Família. Conforme explicou Rosana Martinelli, para a composição das cestas foi considerado o consumo do aluno no mês, sendo contadas duas refeições por dia. Os conjuntos foram definidos por nutricionistas da Educação que acompanham a merenda escolar na rotina normal das escolas.

“Esta é uma importante medida que estamos tomando para assegurar que aquelas famílias em situação de vulnerabilidade consigam assegurar que seus filhos e filhas tenham o que comer. Sabemos que, infelizmente, há muitas crianças que têm na merenda escolar uma das fontes de alimentação. Então, é nosso dever viabilizar essa medida”, explicou Rosana Martinelli.

Cada uma das cestas foi composta por itens como achocolatado (400g), açúcar (2kg), arroz (5kg), biscoito salgado (400g), chá mate (250g), ervilha (200g), extrato tomate (350g), feijão carioca (1kg), feijão preto (1kg), fubá (1kg), macarrão conchinha (500g), macarrão espaguete (500g), macarrão parafuso (500g), milho verde (200g), óleo de soja (900ml) e sal (1kg).

O momento é para ficar em casa. As orientações de todas as autoridades da saúde são para que a população faça isolamento social e saia de casa somente se necessário, principalmente para o grupo de risco. O objetivo é diminuir a curva de contágio por coronavírus.

 

E pensando em manter ativas as pessoas, principalmente os idosos ou aquelas incluídas em grupos de risco, a prefeita de Sinop, Rosana Martinelli, buscou, junto com a Gerência de Esportes do município, alternativas para manter as pessoas ativas e com bons níveis de imunidade, a fim de evitar o contágio pela infecção.

 

Com isso, a administração municipal lançou uma série de vídeos com orientações para a prática de exercícios físicos. “O objetivo é proporcionar às pessoas um dia a dia saudável, que, inclusive, pode contribuir para a imunidade e evitar que contraiam a infecção. Principalmente os idosos e aquelas pessoas em grupos de risco, é importante continuar em movimento”, salienta a gestora do município.

 

A orientação dos vídeos é que as pessoas dediquem pelo menos 15 minutos do dia para alguma atividade, este é mais um esforço do poder público municipal em prol da vida do cidadão. “Esta é uma iniciativa maravilhosa e por meio da qual vamos assegurar a oportunidade aos idosos, às pessoas de grupo de risco, mas também àqueles que quiserem participar da dinâmica, uma vida em permanente movimento”, comemorou Martinelli.

 

Os exercícios estão divididos em vídeos curtos que estarão disponíveis em todas as plataformas da Prefeitura de Sinop, como site oficial: https://www.sinop.mt.gov.br; Facebook: https://www.facebook.com/prefeituradesinop/; e Instagram: https://instagram.com/prefeituradesinop?igshid=1atrgwlsqm4du. As gravações estão sendo feitas de forma permanente e serão disponibilizadas por etapas.

 

Ainda, um grupo de WhatsApp também foi criado para passar dicas diárias de exercícios. Basta acessar o link de convite https://chat.whatsapp.com/D9MvLU8PEu7EzzxYi6e1w3 ou entrar em contato pelo telefone 66 99216 0016 e solicitar a inserção no grupo.

Tanto quanto garantir a alimentação diária de famílias em situação de vulnerabilidade nesse período de pandemia, atuar no sentido de possibilitar a higienização correta no enfrentamento ao novo coronavírus tem sido uma das preocupações da prefeita de Sinop, Rosana Martinelli.

Sem medir esforços, a gestora tomou a frente de conclamar a sociedade, principalmente empresas, a, articulados, construir uma rede de parceiros com o propósito de assegurar medidas de prevenção ao Covid-19 na cidade.

Uma das ações foi a doação de álcool gel para famílias de baixa renda. Ação que já beneficiou aproximadamente 3,5 mil famílias inseridas no programa social Bolsa Família. Desde o início da pandemia, em meados de março de 2020, cerca de cinco mil litros de álcool gel a 70% foram doados. “Essa rede de trabalho tem conquistado muitos resultados positivos. Estamos repassando álcool em gel junto com as cestas básicas, pois nesse momento, é um produto de extrema importância para garantir a saúde e segurança de todos”, explicou a prefeita.

O produto tem sido entregue pela Prefeitura de Sinop diretamente às famílias de duas formas: uma parcela do álcool vai junto com o kit alimentação repassado aos alunos da rede municipal e cujas famílias estão no Bolsa Família; outra parcela por meio da entrega que a própria Secretaria de Assistência Social faz aos assistidos pela pasta.

Além da atuação da Prefeitura de Sinop, sob a gestão da prefeita Rosana Martinelli, são parceiros desta ação a Sinop Energia, a Sinodet, a UFMT, a Agroinsumos, Associação Comercial e Empresarial de Sinop (Aces) e a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL).

Na política vencer é só uma palavra, se manter nela é o desafio!